Data de Hoje
24 January 2022

Jornalista relata desamparo da Globo após ficar doente e anuncia parceria com Bolsonaro

A jornalista Izabella Camargo foi demitida da Globo após ficar doente e pedir licença médica. Quando voltou aos trabalhos, ela foi surpreendida com a informação de que não permaneceria no canal e seria dispensada imediatamente. Sem chão, a profissional fez vários desabafos.

Na manhã desta terça-feira (22), ela foi entrevistada na rádio Jovem Pan, e, ao programa Morning Show, contou um pouco do que acontecia nos bastidores da emissora, onde teve início a síndrome de burnout: “Eu estava trabalhando na madrugada, fazendo cinco telejornais. No limite”.

“Depois de muitos anos, minha intenção foi achar uma maneira de mudar meu estilo de vida, mudar a minha forma de viver. Eu fazia trabalhos paralelos, como atriz no balé, escrevendo um livro, nas folgas e nos finais de semana. Pensei: ‘Eu estou trabalhando demais?’”, lamentou.

“Eu estava usando meu tempo livre me aprofundando no assunto para trazer para a sociedade o que ela quer saber. Mas adquiri essa doença. Não posso dizer que a Globo me desamparou, mas eu pedi licença médica e fui dispensada”, disse, alegando que um profissional poderá afirmar se foi desamparada ou não.

A jornalista Izabella Camargo foi contratada pelo governo Bolsonaro (Foto: Reprodução)
A jornalista Izabella Camargo foi contratada pelo governo Bolsonaro (Foto: Reprodução)

“O psiquiatra pode falar se foi um desamparo ou não, mas posso dizer que me senti muito triste”, completa ela, que, longe da Globo, ganhou recentemente um cargo no ministério de Jair Bolsonaro, e anunciou que dará início aos trabalhos na próxima quinta-feira (24).

Recentemente, em entrevista ao portal UOL, a profissional revelou como a contratação aconteceu e o que mudou em sua vida.

+Com o fim do Vídeo Show, Miguel Falabella desabafa sobre a atitude da emissora

“O convite surgiu a partir de dezembro, quando me chamaram para integrar a equipe de comunicação. O convite foi um voto de confiança ao meu profissionalismo em mais de vinte anos em rádio e TV”, afirmou a jornalista. Izabella ainda conta que o contato com o novo ministro foi feito através de uma colega de profissão.

+Leão Lobo desabafa após ter familiar vítima de racismo no Uber e pede justiça

Apesar de fazer parte da equipe do presidente eleito, a ex-jornalista da Globo garante que não se envolve com nenhum partido político. “É importante dizer que sou apartidária, não tenho ligação com nenhum partido. Tenho a missão direta de contribuir para que as pessoas saibam o que acontece, que é o que faço desde que me formei em jornalismo”, declarou.

Izabella Camargo e Marcos Pontes (Foto: Reprodução)
Izabella Camargo e Marcos Pontes (Foto: Reprodução)

Na sequência, Izabella diz que não pode falar sobre outros ministérios e ressalta sua vontade em atingir uma missão pessoal. “Só posso falar do que eu vou fazer: buscar uma comunicação clara. A gente não precisa mais de mimimi, ou de conversa fiada. A gente precisa de esclarecimento. Entre ficar em casa, eu prefiro investir o meu conhecimento com humildade para divulgar projetos científicos. Ponto”, afirma.

Facebook Comments