Data de Hoje
25 October 2021

Jovem que matou colega de escola com golpes de estilete é condenada a 14 anos de prisão

Por unanimidade, foi condenada a 14 anos de reclusão em regime fechado, Ana Cláudia da Conceição Santos, 21 anos, que matou com um golpe de estilete no pescoço a estudante Suele de Oliveira Cerqueira, no dia 5 de setembro de 2011. Foram sete votos a zero. Na decisão, a juíza negou o direito de Ana Claudia recorrer da decisão em liberdade.

 
 
O julgamento foi realizado nesta terça-feira (11) no Fórum da Comarca de São Gonçalo dos Campos. A ré contou com a defesa de cinco advogados: Dilson Alberto Lopes, Firmino Ribeiro, Bener Nascimento, André Vieira e Hércules Oliveira. O julgamento foi comandado pela juíza Eli Cristiane Esperon Miranda e tem como representante legal da acusação a promotora de justiça Laísa de Araújo. 



Leia também

 

 
Em seu discurso, o advogado Hércules Oliveira afirmou que Ana Cláudia está presa porque é negra e pobre. Ele lembrou que em São Paulo um promotor não foi condenado após alegar legítima defesa em um caso em que o mesmo matou com dez tiros um motoboy que parou próximo a ele, em uma sinaleira, para atender um aparelho celular. 
 
Hércules disse, ainda, que na cena do crime, que vitimou a estudante Suele, existiam dois estiletes, mas apenas um foi apresentado. “O estilete da vítima não foi apresentado, uma vez que a vítima também portava uma arma branca”, ressaltou o advogado alegando que a jovem agiu em legítima defesa.
 
A promotora, por sua vez, pediu a condenação da jovem por homicídio duplamente qualificado afirmando que o crime teve motivo fútil, além do fator surpresa, uma vez que a ré não deu a chance de a vítima se defender.
 
Ana e Suele eram colegas e teriam discutido dentro da sala de aula da Escola Municipal Antônio Carlos Pedreira, em São Gonçalo. O desentendimento continuou depois da aula, quando Ana atingiu Suele do lado de fora. Ela foi presa após denúncia anônima cinco dias depois do crime.
 
A motivação
 
Em entrevista ao Acorda Cidade, Izaltina Santos de Oliveira, tia da Suele, informou que Ana Cláudia agrediu a sobrinha dela por causa de um débito de R$ 2,00, oriundo da venda de uma calcinha. “As duas eram amigas e eu não sei que motivo maior levou Ana Cláudia a fazer isso”, disse54817-2
Facebook Comments