Data de Hoje
18 July 2024

Justiça concede liberdade a treinador suspeito de injúria racial contra jogadora do Bahia

O treinador do JC, Hugo Duarte, teve a liberdade provisória concedida pela Justiça nesta quarta-feira (10), após audiência de custódia. O homem é suspeito de injúria racial contra a zagueira Suelen, do Bahia, durante partida do Brasileirão Feminino, em Pituaçu, onde o técnico teria chamado a jogadora de “macaca”. O caso aconteceu na segunda (8) e o suspeito foi preso em flagrante.

Apesar de a liberdade provisória já ter sido estabelecida pela Justiça, a defesa do treinador declarou que, até a tarde desta quarta (10), o homem ainda não havia sido liberado.

Mesmo com a liberação, Hugo Duarte terá que cumprir medidas cautelares, como comparecimento periódico na Justiça para informar e justificar atividades, além de ser proibido de manter contato com a vítima.

Na segunda-feira (8), o Esporte Clube Bahia se pronunciou sobre o ocorrido, prestando solidariedade a Suelen e cobrando “resposta à altura da gravidade do assunto, reiterando compromisso na luta contra qualquer tipo de discriminação”.

Fonte: BNews