Data de Hoje
21 October 2021
Professores decretaram greve na quarta (2) após assembleia no estádio de Pituaçu (Foto: Reprodução / TV Bahia)

Justiça determina que professores de Salvador interrompam greve

A Justiça da Bahia expediu nesta quarta-feira (9) uma liminar que determina que os professores da rede municipal de Salvador interrompam a greve da categoria e retornem às salas de aula. Caso não cumpra a decisão, o Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado da Bahia (APLB) receberá multa diária de R$ 50 mil.

A decisão da desembargadora Sandra Inês Moraes Rusciolelli Azevedo, conforme texto do documento, busca preservar a continuidade do serviço considerado essencial à população, entre outros motivos.

O G1 entrou em contato com a APLB, que informou não ter sido notificada oficialmente da decisão e, portanto, não pode se pronunciar sobre o caso.

Os professores da rede municipal de Salvador decidiram, em assembleia realizada na segunda-feira (7), manter a greve que começou na quarta-feira (2).

Ainda na segunda, a categoria se reuniu na sede do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado da Bahia (APLB).

Os docentes decretaram greve por tempo indeterminado em assembleia realizada na tarde de quarta-feira (2), no Estádio de Pituaçu, em Salvador. A categoria reivindica que um terço da jornada integral do professor, que pode ser de 20h ou 40h semanais, seja reservado para trabalhos extra classe.

Por G1 BA
Facebook Comments