Data de Hoje
23 October 2021

Lauro de Freitas: Governo petista abandona deficientes físicos com elevador em situação precária de uso; veja vídeo

O governo da Bahia sob a gestão do petista, Rui Costa, e a prefeitura de Lauro de Freitas, Região Metropolitana de Salvador, governada por Moema Gramacho (PT) estão abandonando os deficientes físicos que precisam utilizar o elevador localizado na passarela próxima a loja Tendtudo, no endereço Estrada do Côco, Km 4,5 – Centro, Lauro de Freitas.

O leitor do Click Notícias registrou na segunda-feira (04), a situação precária do equipamento construído com o objetivo de proporcionar segurança e conforto para quem quisesse se descolar de um lado a outro da via.

Nas imagens é possível ver que pichações, ambientes sujos e elevador deteriorado sem condições de uso. Levamento feito pela reportagem com base em dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE) mostra que Lauro de Freitas possui 5.561 pessoas com algum grau de dificuldade motora; 1.995 pessoas com grande grau de dificuldade motora e outras 426 pessoas que não possuem nenhuma mobilidade. A consulta foi realizada no site do órgão federal nesta quarta-feira (06).

O Click Notícias buscou nos sites oficiais das gestões locais alguma pasta relacionada a assistência desse público, e por incrível que parece foi encontrada que a prefeitura de Lauro de Freitas tem uma secretaria destinada a ouvir e reparar dando que estejam acontecendo com deficientes. A Secretaria Municipal de Políticas Afirmativas, Direitos Humanos e Promoção da Igualdade Racial terei como finalidade de planejar, coordenar, apoiar e executar políticas públicas voltadas para a fomentar as políticas afirmativas, direitos humanos e a igualdade racial, conforme consta no portal atualizado em 03.03.2021, porém com relação ao elevador não fez até o momento. O secretário é Clóvis Santos Silva.

Já o Governo da Bahia tem a Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social do Estado da Bahia (SJDHDS) que foi criada pela Lei nº 13.204, de 11 de dezembro de 2014, que modifica a estrutura organizacional da Administração Pública do Poder Executivo Estadual.

A partir da junção das extintas secretarias de Desenvolvimento Social e Combate à Pobreza (SEDES) e de Justiça, Cidadania e Direitos Humanos (SJCDH), a SJDHDS foi criada, passando a ser responsável por executar políticas públicas voltadas à proteção e promoção dos direitos humanos e ao desenvolvimento social a partir do dia 1º de janeiro de 2015, com o início da gestão do governador Rui Costa.

 

Matéria: Redação Click Notícias

Facebook Comments