Data de Hoje
20 September 2021

Leão na Toca só em julho

  • O gramado foi plantado, mas ainda faltam três cortes e nivelamento

O plano era ambicioso, mas não foi possível cumprir. As obras de reforma do Barradão não foram finalizadas como previsto e o Vitória só vai voltar à sua casa após a Copa do Mundo, quando  o templo rubro-negro servirá como centro de treinamento para as seleções que jogarão na Arena Fonte Nova.

Segundo a previsão inicial do próprio clube, o novo gramado e o repaginado  vestiário estariam prontos na última quarta, 30 de abril, mas o prazo esticou para o dia 20 de maio, um dia antes da entrega definitiva para a Fifa. 

O Vitória contava com o fim das obras para atuar em pelo menos mais dois jogos pelo Brasileirão antes do mundial. "Tivemos chuva no Carnaval e agora também. Por conta disso, dificultou muito na terraplanagem, no plantio e novo sistema de drenagem do Barradão. Porém, estamos dentro do prazo previsto para o Mundial. O risco era grande de utilizarmos antes da Copa. Achamos prudente não arriscar", afirmou o diretor de patrimônio do clube, Hildebrando Maia.

O atraso com a terraplanagem também fez crescer o orçamento inicial, antes estipulado em R$ 1,3 milhão. Hildebrando não fala em números exatos até a conclusão das obras, mas a empreitada deve ter um custo que chega à casa do R$ 1,5 milhão.

Destes gastos, R$ 500 mil foram disponibilizados pelo COL, Comitê Organizador Local. Os demais saíram dos cofres do clube. Dentro dos gastos iniciais, R$ 1 milhão foi apenas para cuidar do campo.

Apesar do atraso, o gramado está quase concluído. Já foi feita a colocação das britas, além do novo sistema hidráulico para irrigação e escoamento da água. O gramado também já foi plantado. A fase atual é de correção de desvios e nivelamento do campo com areia branca. Depois de assentada, restam mais três cortes na grama para a entrega definitiva.

O Vitória trocou todo o gramado antigo para a espécie Bermuda Celebration, a mesma da Fonte Nova e dos demais estádios do Mundial. A dimensão será de acordo com o padrão Fifa: 68 x 105 metros. Após a Copa, o Leão pode retomar o tamanho anterior (70 x 105).



Em nota, o COL assegura que o atraso não tem impacto nenhum no prazo  de entrega e que uma vistoria será feita no dia 9 de maio pela Fifa.

Vestiário

Segundo o administrador do estádio, Haroldo Tavares, o vestiário principal será totalmente modificado. "Tudo vai mudar. Foi tudo refeito. Teremos novas banheiras de hidro, chuveiros, vasos… Será tudo revestido de granito. Estamos bem adiantados e será outro vestiário", assegurou Haroldo. Atualmente, o elenco do Leão está utilizando o vestiário visitante

Facebook Comments