Data de Hoje
16 April 2021

Luke Rockhold massacra Weidman e conquista cinturão dos médios do UFC

Achei que ele ia parar no finalzinho, mas tivemos que ir para o outro round. Tudo o que eu tenho que fazer é levar o cinturão para casa. É uma sensação indescritível. Está brincando comigo? Não acredito que isso seja real. Não prestei atenção nas besteiras que falaram. Você vai perdersua cabeça se deixar tudo chegar a você – declarou Rockhold, em sua primeira entrevista como campeão.

Rockhold começou a luta soltando o braço. Weidman se esquivou, grudou no adversário e pegou as costas. Com habilidade, Rockhold conseguiu afastá-lo, mas foi derrubado. No momento mais desfavorável, Weidman caiu na guilhotina do desafiante que, sem ajustar a posição, forçou o árbitro a mandar a luta voltar em pé. No centro do octógono, Rockhold soltou dois chutes altos e, outra vez, aproveitou a brecha para encaixar nova guilhotina. O campeão mostrou que estava bem treinado e defendeu a posição.

Luke Rockhold CINTURÃO UFC 194 (Foto: Getty Images)Luke Rockhold comemora com o cinturão do UFC: ele encerrou reinado de Chris Weidman (Foto: Getty Images)

Rockhold mostrou instinto assassino logo no começo do segundo round, acertando bom socos na trocação, acuando Weidman contra as grades. O campeão, porém, saiu da tela, respirou e começou a reagir. “All American” procurava encurtar a distância para derrubar, enquanto o desafiante alternava chutes altos e baixos, colocando o compatriota em situação delicada. Luke Rockhold aparentava estar confortável, controlando a distância e com o preparo físico em dia.

No terceiro round, Rockhold foi levado para o solo, porém, Weidman não conseguiu trabalhar e permitiu que o oponente se levantasse. Em pé, “All American” arriscou um chute rodado, lento e sem sentido, afinal, estava levando vantagem, e facilitou a missão de Rockhold, que o derrubou com tranquilidade. O lance foi decisivo para o desfecho do combate, que se aproximava. Rockhold montou e castigou o adversário com uma sequência avassaladora de cotoveladas, que fizeram o rosto de Weidman ficar completamente ensanguentado. Rockhold ficou muito perto da vitória, pois o campeão apenas se defendia, encolhido. O árbitro central Herb Dean observou de perto, ameaçou parar, mas segurou até o soar do gongo.

Fisicamente inteiro, Rockhold não fez cerimônia no quarto round: levou Weidman para o chão – apesar de o adversário ter tentado agarrar-se à grade. O atleta da AKA ficou por cima do compatriota outra vez. Com nova investida de socos e cotoveladas, os cortes no rosto de Weidman foram novamente abertos, deixando sua face tingida de sangue. A agonia do campeão era clara. Rockhold, portanto, apertou o ritmo, aplicou nova sequência de socos e forçou o árbitro a interromper o combate. Calmamente, Rockhold se dirigiu ao centro do cage e desabou, ciente de que acabara de fazer história. O ex-campeão do Strikeforce, agora, era o novo dono do cinturão peso-médio do UFC.

Facebook Comments