Data de Hoje
20 April 2021

Mãe de operário morto no Itaquerão diz que sua dor impede de comemorar Copa

maefabiohamiltondias2bbc

Magoada com o descaso geral em relação a morte do seu filho, Fábio Hamilton Cruz, que caiu de uma altura de oito metros da Arena Corinthians enquanto trabalhava, a empregada doméstica Sueli Rosa Dias, de 45 anos, diz que a Copa acabou para ela. “As pessoas têm o direito de aproveitar a Copa, de torcer por seu país. Mas as pessoas deveriam pensar também no que há por trás disso”, disse em entrevista a BBC Mundo.

O acidente no Itaquerão, como é apelidado o estádio, aconteceu no dia 29 de março deste ano. Ao todo, foram três mortes de operários na arena em São Paulo, duas delas foram em novembro. Oito pessoas morreram enquanto trabalhavam nas obras dos estádios da Copa de 2014 e Fábio Cruz, que tinha 23 anos, foi a última delas.

“Ele não via a hora de ver a Copa começar para poder usar a camisa. Nem chegou a usá-la. Não tive coragem de me desfazer dela”, desabafa. “Para mim, a Copa do Mundo não existe. A dor que estamos sentindo com a morte do Fábio nos impede de comemorar a Copa, não temos como aproveitá-la. Nem sei quais partidas que o Brasil vai jogar”, completa. Com informações da BBC Mundo.

Facebook Comments