Data de Hoje
24 January 2022

Mãe do piloto que levava Boechat, Ronaldo Quattrucci, morre três dias após o filho

A mãe do piloto Ronaldo Quatrrucci, que pilotava o helicóptero que levava o jornalista Ricardo Boeacht, faleceu na última quinta-feira (14/2), três dias após a morte do filho. Philomena Augusto da Silva, 80 anos, sofria de um câncer e estava internada em estado terminal. Ela não chegou a saber da morte de Ronaldo.

Na sexta (15/2), a filha do piloto, Amanda Martinez Quattrucci, usou seu perfil no Instagram para publicar um texto em homenagem ao pai e a avó. “Vocês eram inseparáveis e tinham um amor incondicional um pelo outro! Quando meu pai estava sofrendo com sua doença terminal, a vida nos surpreende e Deus o levou três dias antes dela. Você não a viu ir e ela não chegou a saber da sua partida e agora continuam juntos em outro plano”, diz um trecho da declaração.

O corpo de Philomena foi velado no Cemitério São Paulo, em Pinheiros, na quinta-feira. A missa de sétimo dia em memória dela e de Ronaldo acontecerá nesta segunda-feira (18/2), na Igreja Cristo Rei, Tatuapé.

 

 

Facebook Comments