Data de Hoje
1 March 2021

Mais de 1,2 milhão não se vacinaram contra gripe na BA; prazo acaba sexta

Segundo a Sesab, prazo de imunização não será novamente prorrogado.

Até a tarde desta quinta, 2.016.557 de pessoas tinham tomado a vacina.

bdms-h1n1-cronicos

Mais de 1,2 milhão de pessoas que compõem o grupo alvo da 17ª campanha de vacinação contra a gripe na Bahia ainda não se imunizaram, segundo dados divulgados nesta quinta-feira (11) pela Secretaria Estadual de Saúde (Sesab). A campanha termina na sexta-feira (12) e, de acordo com o órgão, não será mais prorrogada.

Até a tarde desta quinta, 2.016.557 de pessoas tinham tomado a vacina. A meta, no entanto, é imunizar 80% da população alvo, composta por 3,3 milhões de pessoas. De acordo com a Sesab, a cobertura vacinal na Bahia está em 69,56%. Em Salvador, a campanha ja havia sido prorrogada  e também termina nesta sexta.

Devem ser vacinados os indivíduos com 60 anos ou mais de idade, os trabalhadores de saúde, os povos indígenas, as crianças na faixa etária de seis meses a menores de cinco anos de idade (quatro anos, 11 meses e 29 dias), as gestantes, as puérperas (até 45 dias após o parto), os grupos portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, a população privada de liberdade e os funcionários do sistema prisional.

A campanha contra a gripe  teve início no dia 4 de maio e já havia sido prorrogada para o dia 5 de junho. As vacinas podem ser tomadas nas unidades de saúde.

Influenza

A influenza é uma doença respiratória infecciosa de origem viral, que afeta o sistema respiratório e pode levar a complicações graves e até mesmo a morte, especialmente nos grupos de alto risco para as complicações da infecção (crianças menores de 5 anos de idade, gestantes, adultos com 60 anos ou mais, portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais).

A transmissão ocorre por meio de secreções das vias respiratórias da pessoa contaminada ao falar, tossir, espirrar ou pelas mãos, que após contato com superfícies recém-contaminadas por secreções respiratórias pode levar o agente infeccioso direto à boca, olhos e nariz. A principal forma de prevenção é a vacinação.

Facebook Comments