Data de Hoje
22 June 2024

Mais de 320 autuações de trânsito foram aplicadas após blitze de alcoolemia no Carnaval; veja balanço da festa 

A Operação Respeite a Vida – realizada por agentes da Superintendência de Trânsito de Salvador (Transalvador), através de blitze de fiscalização de alcoolemia – resultou em 2.540 abordagens nos circuitos do Carnaval e entorno durante os seis dias oficiais de festa, entre a quinta-feira (16) até ontem (21). Na ocasião, foram registradas 327 autuações, sendo que 174 por descumprimento à Lei Seca.

As blitze de alcoolemia também tiveram como público-alvo condutores profissionais. A abordagem alcançou 2.216 motoristas da Prefeitura de Salvador, 626 taxistas, 808 condutores de ônibus, 129 mototaxistas e 244 motoristas de aplicativo.

Ainda conforme balanço da autarquia municipal, quatro CNHs foram recolhidas e 78 veículos foram removidos. No período, 47 acidentes foram computados, sendo que houve 36 vítimas feridas e uma outra que veio a óbito.

Ainda na área de trânsito, milhares de foliões fizeram uso do estacionamento da Zona Azul no período da festa. Foram no total 76.053 veículos estacionados nestas áreas e 2.486 autuações por desrespeito ao estacionamento nesses espaços.

Durante o Carnaval, a Transalvador contou com suporte de 404 viaturas, 160 motoviaturas e 2.372 agentes de trânsito estiveram envolvidos.

Além da operação de trânsito, outros serviços municipais foram disponibilizados para atender os foliões.

Resgates marítimos – A Coordenadoria de Salvamento Marítimo de Salvador (Salvamar) registrou 76 resgates nas praias da capital baiana, sendo 69 entre Barra e Ondina e 7 entre Jardim de Alah a Ipitanga. Neste último trecho, uma pessoa morreu de afogamento. Mais de 800 pulseiras foram distribuídas para identificação de crianças aos pais e responsáveis na areia da orla. Duas que estavam perdidas foram encontradas.

Fiscalização – De quinta (16) a terça (21), a Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedur) efetuou 3.084 vistorias nos circuitos e bairros que receberam o Carnaval. Os agentes emitiram 327 notificações e apreenderam 35.840 unidades de bebidas irregulares. E mais: 34.049 itens de publicidade ilegal foram retirados das ruas.

Equipes do órgão totalizou 561 ações de monitoramento em trio, camarote e palco e encerraram 11 atividades sonoras que estavam em descumprimento com a legislação. Dois aparelhos de som também foram apreendidos.

Apreensões – A Secretaria de Ordem Pública (Semop), por sua vez, realizou vistorias e orientações nos circuitos carnavalescos, a fim de resguardar o bem-estar da população e manter as ruas aptas para receber o grande fluxo de foliões durante a festa.

O órgão fez apreensão de 18,7 mil materiais, desde itens periculosos como facas, espetinho, botijão de gás, garrafas de vidro até mobiliários como mesas e cadeiras.

Manutenção – A Secretaria de Manutenção da Cidade (Seman), juntamente com a Companhia de Desenvolvimento Urbano de Salvador (Desal), realizou reparos e ações preventivas nos circuitos oficiais, alternativos (Carnaval nos Bairros) e vias de acesso a locais que receberam a festa momesca.

O órgão aplicou mais de 1,5 tonelada para recuperação e pavimentação asfáltica, repôs 35 folhas de tapumes usadas para isolar monumento, prédios e estruturas, além de ter efetuado limpeza e desobstrução de 2,3 mil caixas de drenagem. Foram substituídas ainda 62 tampões e grelhas de vias públicas e concluídas 478 podas de árvores.

Defesa Civil – A Defesa Civil de Salvador (Codesal) registrou 132 ocorrências nos circuitos, sendo 98 no Campo Grande (Osmar) e 34 no Barra/Ondina (Dodô). O órgão realizou análise, registro e acompanhamento das situações que pudessem comprometer o andamento da folia.

O dia com maior número de ocorrências registradas foi a última sexta-feira (17), segundo dia de festa, com 29 casos. Entre as ocorrências estão ameaça de desabamento, infiltração, avaliação de imóvel, galho de árvore caído e pista rompida, entre outros.

Conectividade -Tanto os profissionais que atuaram na festa como os foliões contaram com internet sem fio (wi-fi) gratuita e de qualidade por meio do Conecta Salvador, aberto para todos, sem a necessidade de cadastramento. Mais de 13,3 mil usuários acessaram a rede nos circuitos Dodô (Barra/Ondina) e Osmar (Campo Grande/Centro).