Data de Hoje
7 March 2021

Médicos e Bradesco Saúde não chegam a acordo e atendimentos continuam prejudicados

Médicos e Bradesco Saúde não chegam a acordo e atendimentos continuam prejudicados

Francisco Magalhães diz que clínicas são 'bois de piranha'

O conflito entre médicos e o Bradesco Saúde continua sem solução. Em assembleia realizada na noite desta terça-feira (15), os profissionais decidiram manter a paralisação que já dura quase três semanas. Na Bahia, cerca de 300 mil pessoas são conveniadas ao plano de saúde. Segundo o Sindicato dos Médicos da Bahia (Sindimed), o motivo para que o problema siga sem saída é que a prestadora não apresentou proposta à categoria. "O plano de saúde Bradesco não quer negociar com a gente”, declarou Francisco Magalhães, presidente do Sindimed, ao BN. Segundo o dirigente, uma decisão do Tribunal Superior do Trabalho, última instância do setor, determina que tudo relacionado a honorários médicos deve ser definido em acordo com os profissionais e não com os estabelecimentos. As unidades de saúde definiriam as planilhas de custos hospitalares. Entre as exigências dos médicos está a elevação do valor pago por consulta. Os profissionais querem que R$ 150 (atualmente paga-se R$ 65 pelo procedimento). Segundo Magalhães, a negociação com o Bradesco tem sido prejudicada pela pressão de algumas clínicas que fazem o trabalho de “boi de piranha” em prol do banco. “Quatro clínicas estão servindo para isso, como a Multimagem, a Delfin, a Image Memorial e a Diagnoson. Elas se arvoraram a assumir essa tratativa com os bancos. Uma prática abominável” criticou. O sindicato também cobra uma planilha para a remuneração de exames, consultas e procedimentos já estabelecida pela Classificação Brasileira de Procedimento e Honorários Médicos (CBHPM) e já aceita com referencial técnico pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS). Nesta quarta-feira (16), está marcada uma reunião no Ministério Público do Trabalho, às 14h, no bairro da Vitória, para tentar uma solução para o imbróglio. Enquanto permanecer a situação (no momento os médicos só atendem urgência e emergência pelo plano), o Bradesco Saúde deve orientar os conveniados que precisem de procedimentos, além de encaminhá-los para outras clínicas. Os telefones são: 4004-2700 (capitais) e 0800 701 2700 (demais localidades).

Facebook Comments