Data de Hoje
1 March 2021

Metrô de Salvador só poderá ser usado por quem tiver ingressos da Copa em dias de jogos

Metrô de Salvador só poderá ser usado por quem tiver ingressos da Copa em dias de jogos

Foto: Divulgação/ GOV BA

 
O governo do Estado divulgou, no início da tarde desta quarta-feira (7), o plano de mobilidade montado para os dias de jogos da Copa do Mundo em Salvador. O projeto inclui a criação de linhas extras de ônibus, uma rota especial do Centro Histórico à Arena Fonte Nova destinada aos pedestres, monitoramento de estradas e a aguardada inauguração do metrô da cidade, marcada para o dia 10 de junho. A parcela da população que não conseguiu ingressos para os jogos do Mundial, porém, não poderá desfrutar do sistema – construído em 14 anos – na datas de realização dos jogos do campeonato. De acordo com comunicado divulgado pela assessoria de comunicação da gestão municipal, nos dias 13, 16, 20 e 25 de junho e 1º e 5 de julho, o uso do sistema será feito mediante apresentação de entradas das partidas programadas para os respectivos dias. Nas demais datas do período do Mundial, período em que o metrô funcionará em operação assistida, o acesso será permitido somente pela manhã e pela tarde, fora dos horários de pico, para todos os passageiros. "Nos dias de jogo só para os cadastrados da Fifa. Nos demais dias para todo mundo, das 12h às 16h", explicou o presidente da Companhia de Transportes da Bahia (CTB), Carlos Martins, via WhatsApp, ao Bahia Notícias. O planejamento foi elaborado em parceria entre o governo do Estado, por meio das secretarias estaduais para Assuntos da Copa (Secopa) e de Desenvolvimento Urbano (Sedur), e a prefeitura municipal. Para quem optar pelos ônibus, dez linhas especiais atenderão a cidade durante o Mundial. Duas delas saem do Aeroporto Internacional de Salvador – a primeira em direção a regiões de concentrações de hotéis, como Pituba, Rio Vermelho, Ondina e Jardim de Alah – e outra criada para os dias de partidas, com veículos que seguem para a Arena Fonte Nova. 



(Imagem: Divulgação/GOV BA

Facebook Comments