Data de Hoje
9 December 2021

Militar da reserva acusado de mandar matar jovem é preso em Candeias

O ex-soldado do exército é suspeito de ser o mandante do homicídio de um adolescente

O ex-soldado do exército Luís Sérgio Conceição França, o Nino, 24 anos, e o traficante Lucas de Souza da Silva, o Zóio, 22, foram presos na tarde desta quinta-feira (30) suspeitos de terem matado o adolescente Roque da Silva Reis, 17, em Candeias, na Região Metropolitana de Salvador. O crime aconteceu por volta das 22h30 de quarta-feira (29), no bairro de Malembá e foi motivado por disputas pelo tráfico de drogas na região.

 

Segundo a polícia, Nino teria contratado Zóio para executar o adolescente. Os três envolvidos pertencem à facção criminosa Caveira, mas estavam disputando a gerência de alguns pontos do comércio de entorpecentes. “A facção está fragmentada e o tráfico é desorganizado. Eles sempre estão se enfrentando”, contou um policial.

 

Nino e Zóio estavam dentro de uma casa, no Malembá, quando foram surpreendidos pela polícia. O local era usado como ponto de preparo e venda de drogas. Com a dupla os policiais encontraram dois revólveres calibre 38, uma pistola ponto 40 – de uso restrito da polícia e das Forças Armadas – pacotes com cocaína e crack, uma balança de precisão e plásticos que seriam usados para a embalagem do material.

 

Os dois suspeitos foram presos e vão responder por tráfico de drogas, associação ao tráfico, porte ilegal de arma e homicídio duplamente qualificado – por emboscada e motivo futil. Eles serão apresentados nesta sexta-feira (31) na sede da Polícia Civil, em Salvador.

 

Outras morte

Outros dois homens foram presos essa semana acusados de dois homicídios em Candeias, ambos por disputas pelo tráfico de drogas. Por volta das 16h de quarta-feira (29) policiais prenderam no distrito de Mata Cavalos Alexandre de Oliveira dos Santos, o Abelardo, 22. Ele é suspeito de ter participado do assassinato de Genilson Jesus dos Santos, 22, cometido no mesmo dia.

 

O crime aconteceu na Segunda Travessa Calmon, no bairro da Paz, em Candeias, às 3h50. Genilson disputava com Abelardo a liderança do tráfico de drogas na região e estava caminhando quando foi surpreendido por dois homens armados. Ele foi baleado diversas vezes e morreu no local. De acordo com a polícia, Abelardo contou com a ajuda de Ailton da Silva de Souza para cometer o crime.

 

Depois de matar o rival, Abelardo voltou para casa e estava em uma barbearia cortando o cabelo quando foi preso. Na casa da mãe do suspeito os policiais encontraram dois revólveres calibre 38 e 24 pinos de cocaína. A polícia acredita que uma das armas foi usada para matar Genilson. O suspeito disse aos policiais que é o dono dos dois revólveres e das drogas, mas negou participação no homicídio.

 

“Mesmo ele negando não temos dúvida. Existem provas da participação dele na autoria do crime. Algumas testemunhas também identificaram ele”, contou um policial. Abelardo também é suspeito de outros dois homicídios na cidade. O comparsa dele, Ailton, tem mandado em prisão em aberto, mas continua foragido.

 

Na terça-feira (28) o traficante Cleberson Pimentel Santana, 22, foi preso suspeito de participar da morte de Alan Fernandes do Nascimento, 22, assassinado em setembro de 2014, no bairro Nova Brasília, também em Candeias.

Facebook Comments