Data de Hoje
3 December 2021

Morte de Marília Mendonça: relembre outros artistas que morreram no auge

Shows que nunca mais acontecerão, personagens que só poderão ser vistos em reprises. Não precisa ser um grande fã para sentir o vazio profundo deixado pela partida precoce de um artista.

A morte de Marília Mendonça na sexta-feira, 5 de novembro, chocou o Brasil e relembrou outros casos ainda recentes de nomes talentosos que se foram cedo demais no Brasil e no mundo.

Morre a cantora Marília Mendonça, aos 26 anos, após queda de avião | Jovem Pan

Paulo Gustavo (1978 – 2021)

Ator, humorista e apresentador, Paulo Gustavo ganhou o Brasil com o monólogo e depois com os filmes de “Minha Mãe é uma Peça”. Em preparação para lançar a série sobre o sucesso de Dona Hermínia e com um contrato de cinco anos com a Amazon para iniciar sua carreira internacional, o artista teve os sonhos interrompidos ao contrair a Covid-19 e morrer em decorrência de complicações da doença no dia 4 de maio de 2021, aos 42 anos. Ele era casado com Thales Bretas e deixou dois filhos: Romeu e Gael.

Homenagem Paulo Gustavo | * 1978 t 2021 - YouTube

MC Kevin (1998 – 2021)

O cantor MC Kevin, dono dos sucessos “O Menino Encantou a Quebrada” e “Cavalo de Troia”, era um dos nomes mais famosos do funk. O artista estava se preparando para lançar um álbum, mas teve a vida interrompida aos 23 anos, quando caiu do quinto andar de um hotel no Rio de Janeiro. A morte foi considerada um acidente no processo aberto pela Polícia Civil do Rio de Janeiro, apesar da viúva do cantor, Deolane Bezerra, acreditar que os amigos presentes no quarto incentivaram o artista a pular.

MC KEVIN HOMENAGEM (O MENINO ENCANTOU A QUEBRADA) 1998-2021 - YouTube

Gabriel Diniz (1990 – 2019)

Gabriel Diniz foi responsável por um dos hits do Carnaval de 2019, a música “Jenifer“. Mas foi no auge do sucesso que o cantor teve a carreira e vida interrompidas. Após se apresentar na cidade de Feira de Santana, na Bahia, Gabriel pegou um avião com destino a Maceió, Alagoas, para se encontrar com os pais e comemorar o aniversário da namorada, mas o monomotor caiu e o artista, piloto e o co-piloto morreram na queda. Um ano depois, a Anac concluiu que o avião fazia táxi aéreo ilegal e a investigação foi encaminhada à Polícia Federal.

GABRIEL DINIZ, LUTO! 1990-2019 by Lucas Ávila - YouTube

Cristiano Araújo (1986 – 2015)

“Efeitos” (2011), “Você Mudou” (2012), “Maus Bocados” (2013), “Cê Que Sabe” (2014), “É Com Ela Que Eu Estou” (2014) e “Hoje Eu Tô Terrível” (2015) são alguns dos sucessos de Cristiano Araújo. O cantor cobrava cerca de R$250 mil por um show, um dos cachês mais caros do Brasil. No entanto, o artista morreu em um acidente de carro em junho de 2015. Ele voltava de um show em Itumbiara e o carro, que estava na BR-153, saiu da pista e capotou. Também estavam no carro o motorista Ronaldo Miranda, o empresário Vitor Leonardo e a namorada Allana Moraes. A moça de 19 anos morreu no local do acidente. Cristiano chegou a receber atendimento médico, mas morreu ao ser transferido de um hospital para o outro. O casal não estava usando cinto de segurança.

Fotos: Cristiano Araújo (1986 - 2015) - 24/06/2015 - UOL Entretenimento

Chorão (1970 – 2013)

Vocalista da banda Charlie Brown Jr, Chorão lançou dez discos com o grupo, que venderam mais de cinco milhões de cópias. Mas o cantor morreu no dia 6 de março de 2013, em São Paulo, aos 42 anos, em decorrência de uma overdose de cocaína. Dias após a morte, a segunda esposa do cantor, Graziela Gonçalves, chegou a declarar que o artista era dependente de drogas e que a primeira esposa, Thais Lima, o filho dele, Alexander, então com 23 anos, e a empresária da banda, chegaram a procurar um advogado para providenciar a internação involuntária de Chorão.

Rock'n'Roll 4 Ever: CHORÃO (1970-2013)

Amy Winehouse (1983 – 2011)

Conhecida pelas canções “Rehab” e “Back To Black“, a cantora britânica Amy Winehouse foi considerada a rainha do Soul. O disco “Back To Black” foi o mais vendido no mundo em 2007 e chegou a conquistar cinco troféus no Grammy Awards. Apesar do sucesso profissional, uma série de problemas pessoais afetaram sua vida, como o conturbado rel

Amy Winehouse 1983 2011 Página Inicial

Leandro (1961 – 1998)

O cantor Leandro ficou famoso com a dupla sertaneja que formava com seu irmão, Leonardo. Mas também foi um dos artistas que morreu no auge da carreira. O artista goiano foi diagnosticado com um tipo de câncer de pulmão raríssimo, conhecido por tumor de Askin, localizado no seu pulmão direito. Ele morreu no dia 23 de junho de 1998, aos 36 anos, após sofrer uma parada cardiorrespiratória e falência múltipla de órgãos.

F5 - Música - Morte de cantor Leandro completa 20 anos, e fãs relembram sucessos e histórias de sua carreira - 23/06/2018

 

João Paulo (1960 – 1997)

O cantor João Paulo ficou famoso com a dupla sertaneja João Paulo & Daniel. No dia 12 de setembro de 1997, o artista voltava para Brotas, cidade onde morava, depois de um show realizado em São Caetano do Sul. No entanto, o carro em que estava capotou várias vezes. Ele ficou preso às ferragens, não conseguindo sair, e logo em seguida o veículo pegou fogo, causando a morte do artista.

JOÃO PAULO (Cantor) - Arte Tumular - 389 - Cemitério Municipal de Brotas, São Paulo | TÚMULOS FAMOSOS BRASIL

Mamonas Assassinas (1989 – 1996)

A banda brasileira Mamonas Assassinas formada por Dinho, Júlio Rasec, Samuel Reoli, Bento Hinoto e Sérgio Reoli, surgiu no ano de 1989 em Guarulhos, São Paulo. O grupo durou apenas 1 ano e meio e chegou a lançar um álbum de estúdio, Mamonas Assassinas, lançado em junho de 1995, que vendeu mais de 1 milhão 800 mil cópias no Brasil. A banda chegou ao fim devido um acidente de avião no dia 2 de março de 1996, quando o jatinho em que estavam colidiu contra a Serra da Cantareira e todos os integrantes morreram.

Morte dos Mamonas Assassinas completa 21 anos - Notícias - BOL

Kurt Cobain (1967 – 1994)

O cantor estadunidense Kurt Cobain foi o fundador e vocalista da banda de rock Nirvana. Desde a estreia, o grupo vendeu mais de vinte e cinco milhões de álbuns nos Estados Unidos, e mais de cinquenta milhões em todo o mundo. Apesar do sucesso, Cobain lutou contra o vício em heroína, doenças, depressão e a pressão da vida profissional. No dia 8 de abril de 1994, o corpo foi encontrado morto em sua casa em Seattle, três dias após a sua morte.

Kurt Cobain of Nirvana during MTV Live and Loud: Nirvana Performs Live – December 1993 at Pier 28 in Seattle, Washington, United States. (Photo by Jeff Kravitz/FilmMagic, Inc)

 

O POVO

Facebook Comments