Data de Hoje
17 April 2024

Mortes diminuem, mas casos de dengue grave aumentam 168%

Os casos de dengue grave aumentaram 168% no primeiro semestre de 2023 na Bahia, de acordo com o boletim divulgado nesta quarta-feira (12) pela Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab).

 

Segundo a pasta, foram 670 casos de dengue grave neste primeiro semestre contra 250 no mesmo período de 2022. Já o número de mortes por dengue grave no primeiro semestre caiu de 20 (2022) para nove (2023), uma redução de 55%.

 

A Sesab destacou que nem toda dengue grave é caso de dengue hemorrágica e que a gravidade não é definida somente por hemorragias. Outras condições são apontadas como gravidade, a exemplo do choque e manifestações neurológicas.

 

As nove mortes já registradas no estado foram contabilizadas até 1º de julho. Uma delas definido pela Câmara Técnica como dengue hemorrágica e dois como febre hemorrágica. As outras seis mortes transitam entre dengue e dengue grave.

 

Os óbitos ocorreram nos seguintes municípios: Feira de Santana (3), Jandaíra (1), Campo Alegre de Lourdes (1), Boninal (1), Mucuri (1), Mirante (1) e Vitória da Conquista (1).