Data de Hoje
2 August 2021

Mulher acusada de matar doméstica com ácido muriático em Paripe vai a júri popular

Mulher acusada de matar doméstica com ácido muriático em Paripe vai a júri popular
A Justiça da Bahia vai levar a júri popular a passadeira Jurineide Oliveira dos Santos, de 40 anos, acusada de assassinar a doméstica Simone de Jesus, de 29 anos, com ácido muriático, em julho de 2013. A passadeira é ré confessa no crime. A decisão de levar o caso para o Tribunal do Júri foi tomada nesta quinta-feira (9), pelo juiz Moacir Pita Lima Jr. Durante a audiência desta quinta, o juiz e a promotora de Justiça Izabel Adelaide Moura ouviram testemunhas de acusação e de defesa além do suposto pivô do crime, o cobrador Olival Lima dos Santos. Ficou entendimento que Jurineide cometeu o crime por motivo torpe e impediu a defesa da vítima, que chegou a ser operada e hospitalizada durante um mês no Hospital do Subúrbio, e posteriormente, faleceu. Olival teve um caso com Jurineide, que não se conformava com a separação. De acordo com os autos, Simone todos os dias ia para o trabalho no mesmo ônibus em que Olival trabalhava, e isso despertou ciúme em Jurineide, que imaginou que os dois tivessem um relacionamento. A ré trabalhava em uma lavanderia e teve facilidade para conseguir o ácido, utilizado em limpeza pesada e desentupimento de esgoto. O crime aconteceu na rotatória de Paripe. A vítima já chegou ao hospital cega e com muitas queimaduras no corpo. Na época, Jurineide prestou depoimento e não foi presa. Em sua casa, foram encontrados vestígios do produto e ela mesma sofreu algumas queimaduras com o produto. A ré ainda ficou um tempo foragida, até que decidiu se apresentar na 5ª Delegacia Territorial em Periperi.
Facebook Comments