Data de Hoje
20 April 2024

Mulher mantida em cárcere privado por ex-companheiro escreve bilhete com pedido de socorro para professora do filho

Uma mulher que estava sendo agredida e mantida em cárcere privado enviou um bilhete com pedido de socorro para a professora do filho. Nesta terça-feira (16), a vítima, de 30 anos, colocou o recado no caderno de atividades da criança, de 4 anos. O caso aconteceu no bairro Jardim Leblon, na Região de Venda Nova, em Belo Horizonte. As informações são do portal g1.

Socorro, liga para a polícia, aí tem meu endereço. Estou sendo agredida tem 4 dias. Não manda mensagem nenhuma”, dizia a mensagem.

A professora viu o bilhete e acionou a Guarda Municipal. Os agentes foram até o endereço indicado e encontraram o suspeito, de 34 anos, identificado como Renan Santiago. Ele abriu o portão para os guardas, que entraram na casa e encontraram a vítima. Ela confirmou que enviou o bilhete e o suspeito recebeu voz de prisão.

A vítima, que não quis ser identificada, informou que estava sendo espancada desde a última sexta-feira (12), quando o ex-companheiro invadiu a casa dela, fez ameaças e a deixou em cárcere privado. A vítima tinha uma medida protetiva contra ele. Ainda segundo a mulher, o homem não aceitava o fim do relacionamento que durou dois anos.

Ameaçava de me matar, falava que ia me matar na frente do meu filho, que não ia dar nada para ele, que ele ia pra cadeia hoje e amanhã estava na rua”, disse à TV Globo.

Bnews

Renan Santiago já havia sido preso em flagrante no dia 26 de abril por ameaçar e agredir a vítima.

 

No momento da prisão, o suspeito usava uma tornozeleira eletrônica. O suspeito está detido na Delegacia da Mulher de Belo Horizonte.