Data de Hoje
29 January 2022

Multa milionária impediu Silvio Santos de tirar Cid Moreira da TV Globo em 1997

Thell de Castro do site Notícias da TV informa que há 21 anos o “boa noite” mais famoso da televisão brasileira, pronunciado diariamente por Cid Moreira no Jornal Nacional, quase foi parar no SBT. Após a saída de Boris Casoy do comando do TJ Brasil, em junho de 1997, Silvio Santos tentou contratar o veterano da Globo, mas desistiu por causa de uma multa contratual milionária.

Cid Moreira havia comandado o Jornal Nacional durante mais de 25 anos, entre a estreia em 1º de setembro de 1969 e o dia 29 de março de 1996, quando anunciou que deixaria a atração. O telejornal passou por uma grande reformulação depois disso.

Desde então, o apresentador dava expediente na emissora aos domingos, participando da locução e de quadros do Fantástico.

A Folha de S.Paulo de 26 de junho de 1997, em texto de Cristina Padiglione, anunciou que o locutor poderia pintar no canal de Silvio Santos.

“A direção do SBT não parece tão propensa a recorrer a soluções caseiras para definir o destino da cadeira que Boris Casoy deixará vaga no TJ Brasil. E como convém atirar para todos os lados, a lista de cotados inclui o dono do ‘boa noite’ mais tradicional da TV brasileira”, informou a reportagem.

O grande problema foi a multa contratual, que acabou esfriando o negócio. “Moreira não confirma nem nega que teria recebido uma proposta do SBT nos últimos dias. Só reforça que tem contrato com a emissora de Roberto Marinho até 2001 e uma eventual rescisão implicaria multa bem mais alta do que esta que a Record está bancando para tirar Casoy do SBT”, dizia o texto.

Dias antes, em 21 de junho de 1997, a mesma Folha de S.Paulo divulgou uma lista de profissionais que teriam sido sondados pelo SBT para a vaga.

Paulo Henrique Amorim, que estava no Jornal da Band e disse que não tinha a menor intenção de romper seu contrato; Chico Pinheiro, que havia sido âncora da Record até 1995 e estava no Bom Dia São Paulo, da Globo; e Lilian Witte Fibe, que apresentava o Jornal Nacional desde 1996, ao lado de William Bonner. Ela foi substituída por Fátima Bernardes no ano seguinte e voltou para o Jornal da Globo.

Apesar das inúmeras especulações, nenhum dos postulantes ao cargo foi confirmado. Ao contrário dos prognósticos iniciais, o SBT resolveu adotar uma solução caseira e efetivou Hermano Henning na apresentação do telejornal. Sem o mesmo fôlego dos tempos de Casoy, o jornalístico ficou no ar até o dia 26 de dezembro de 1997.

Facebook Comments