Data de Hoje
19 September 2021
Blitz da Transalvador Foto: Reprodução Franco Adailton- A Tarde

Multas irregulares estão sendo entregues em residências, o soteropolitano não suporta mais a Transalvador

A população soteropolitana tem reclamado da constante perseguição da Transalvador. O excesso de blitz, radares e multas irregulares têm deixado os condutores irritados. O Click Notícias tem recebido várias reclamações, tais como: as más abordagens dos agentes; multas impressas com folhas de ofício, sendo esta de um presídio, mas com o carimbo da Transalvador; e uso de termos, via e-mail, como: “Transalvador virou fábrica de dinheiro” e “Neto está oprimindo o povo”.

Nossa equipe foi às ruas em busca de opiniões. Em meio à crise, alguns informaram se sentirem perseguidos e oprimidos. “Quem tem carro imagina sair de casa. Não por causa de irregularidades em seu veículo, mas a cidade não tem local devido para estacionar, e quando tem, a cobrança da cartela está sendo absurda.Tem lugares que a cartelinha custa de R$ 10 à 20 reais. E quando não tem local para estacionar, onde é que eu coloco meu carro prefeito?”, questionou a estudante universitária, Nathália Medeiros (29), na região do Iguatemi.

A situação da imagem abaixo está correta? Como explicar essa multa?

Moto é multada pela Transalvador por rodar há 368 Km/h, tendo o limite de 150 Km/h  (Foto: Reprodução)

Moto é multada pela Transalvador por rodar há 368 Km/h, tendo o limite de 150 Km/h (Foto: Reprodução)

Por Mara Silvany/ Edição: Marcele Correia
[email protected]
Facebook Comments