Data de Hoje
31 July 2021
Foto reprodução

‘Não somos contra a regulamentação, mas diz que projeto precisa ser alterado’, diz presidente do Uber

presidente do Uber, Dara Khosrowshahi, disse que não é contra a regulamentação do aplicativo no Brasil, mas demonstrou preocupação com o que é proposto pelo projeto que tramita e deve ser votado nesta terça-feira (31).

“Não somos contra a regulamentação. Regulamentar serviços como o Uber é totalmente apropriado. Mas essas regras devem ser pensadas olhando para o futuro, e não para o passado. O PLC 28/2017 realmente tem o potencial de restringir o trabalho dos 500 mil motoristas do Uber no Brasil. Isso vai fazer o nosso número de motoristas nas ruas cair drasticamente e vai levar o Brasil para a realidade de dez anos atrás, quando só existiam os táxis”, disse em entrevista ao jorna O Estado de S.Paulo.

Segundo Khosrowshahi, “as regras que se parecem com as adotadas para táxis devem ser retiradas”. “É preciso tirar a obrigação de o motorista ser dono do carro que vai dirigir. Na maior parte das vezes, os motoristas usam o carro da família. Exigir licenças também limita bastante a atividade, porque é muito burocrático”, prosseguiu.

“Nosso principal foco agora é garantir que o projeto de lei passe da forma certa, ou seja, conseguir que alguns dos aspectos prejudiciais sejam retirados do texto. Se o projeto de lei, infelizmente, passar como está hoje, vamos ter de pensar no que vamos fazer. Eu vou a Brasília falar com os senadores, mas temos muitas pessoas fazendo esse trabalho. Achamos que a discussão aconteceu de forma muito rápida”, acrescentou.

Facebook Comments