Data de Hoje
9 May 2021

Neto critica “viúvas” do PT em orla no RV

Prefeito diz compreender que ‘meia dúzia de viúvas’ ainda esteja inconformada com derrota

O prefeito ACM Neto (DEM) entregou nessa sexta (29/1) a obra de revitalização do Rio Vermelho, bairro tido como reduto petista em Salvador. Em todas as eleições onde o PT saiu vitorioso – em âmbito estadual e nacional –, os petistas baianos se reuniram no Largo de Santana para comemorar.

Apesar de estar em “campo minado”, com o registro de protestos de um grupo presente na cerimônia de entrega, o gestor soteropolitano não se intimidou e chegou a interromper por algumas vezes o seu discurso para alfinetar os opositores.

“Compreendo que uma meia dúzia de pessoas, viúvas do PT, ainda estão inconformadas com a derrota que sofreram em 2012, com a escolha soberana do povo de Salvador. Compreendo a aflição e o desespero de todos vocês, mas não tem jeito porque do lado de lá é o Petrolão e o Mensalão e do lado daqui está o trabalho, o compromisso e o amor com a cidade do Salvador”, disparou o prefeito, em cima de um palco montado no Largo da Mariquita.

Em outro momento, após nova manifestação de contrários, ACM Neto mais uma vez deu uma pausa no discurso e mirou os adversários.

“Deixem eles aí. Eu quero que eles fiquem e testemunhem a derrota. Eu quero que eles testemunhem a vitória de Salvador, porque a vitória de Salvador é a derrota deles. Tem gente que nasce para ser do contra. Sabe, aquele sujeito que não sabe jogar bola e quer melar o baba dos amigos. Deixem eles aí. Eu não quero violência, nem enfrentamento, hoje é dia de paz e alegria”, afirmou o prefeito, que era aplaudido pelos seus apoiadores.

Em outro momento, o prefeito cumprimentou os deputados federais de partidos aliados e de oposição ao governo petista e fez novas críticas.

“Deputados que honram e orgulham a representação da Bahia no Congresso Nacional. Aqui só tem deputado ficha-limpa, do bem e de bem. Deputado que faz a coisa certa lá em Brasília, enquanto a gente fica envergonhado com a política do Brasil hoje. Eu lamento ligar a televisão todos os dias e ver um escândalo atrás do outro. O dinheiro suado do cidadão brasileiro que poderia estar sendo colocado na Educação, na Saúde, está sendo desviado para a corrupção”, discursou, ao discordar de o Rio Vermelho ser um reduto petista, que se apossou do bairro.

“[A obra] é uma homenagem aos moradores e trabalhadores desse bairro histórico, berço da cultura e da arte da Bahia. Berço da vida noturna, berço da intelectualidade, da crítica e do espírito libertário de Salvador. Reunimos todos esses sentimentos em uma obra física. A gente sente que aqui está a alma e a vida de quem constrói o dia a dia do Rio Vermelho”, afirmou.

Facebook Comments