Data de Hoje
13 June 2021

Nicarágua registra primeira morte por chikungunya

A Nicarágua confirmou, na última quinta-feira (13), a primeira morte pela febre chikungunya desde que foram registrados os primeiros casos da doença em julho do ano passado. De acordo com o porta-voz do governo, Rosario Murillo, um garoto de 22 meses, infectado com chikungunya, foi a primeira vítima fatal do vírus. Murillo não deu maiores detalhes sobre o local de onde vinha o menino, mas informou que uma irmã dele está internada em um centro de cuidados porque apresenta um “quadro febril estável”. Segundo fontes oficiais, entre janeiro e agosto deste ano foram registradas 2.704 ocorrências da doença e desde julho de 2014, quando foi detectado o primeiro caso, o país da América Central já acumulou 5.399 contágios. Na Bahia, segundo dados da Secretaria de Saúde (Sesab), quase sete mil casos da doença foram registrados em 2015 no estado. A enfermidade é apenas mais uma de outras duas, dengue e zika vírus, transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti e que atingem a Bahia e compõem a tríplice epidemia que assola o estado.

Por: BN

Facebook Comments