Data de Hoje
10 May 2021

Nova Lapa já tem data de entrega: ‘será a mais acessível do país’

Em entrevista ao Bahia Prime, o secretário municipal de Mobilidade, Fábio Mota, revelou principais inovações

Atualmente são cerca de 400 mil pessoas que trafegam pela principal estação de transbordo de Salvador, a Lapa. Com a conclusão do Metrô e a futura implantação do BRT, esse número pode chegar a 1 milhão de transeuntes. Com isso, as reformas que já eram emergenciais antes dos novos modais de transporte, agora se tornaram ainda mais necessárias.

Mas, as reclamações relacionadas à estrutura da estação já têm data certa para acabar. De acordo com o secretário municipal de Mobilidade, Fábio Mota, 60% das obras da Nova Lapa já estão concluídas e deverão ser finalizadas em 100% no início do próximo ano. “Esperamos entregar a nova estação moderna até o final de fevereiro, 60% das obras já estão concluídas, como por exemplo, já temos banheiros climatizados funcionando, três escadas rolantes em fase de teste, vamos trocar todas as 11 escadas rolantes por escadas novas e teremos também um CCO de segurança com câmeras, segurança privada que já está desde janeiro com 24 postos de serviços pela estação, além de elevadores de carga e acessibilidade”, detalhou em entrevista ao Bahia Prime.

Mota afirmou que ao assumir a secretaria, identificou que a estação necessitava imediatamente de obras de reestruturação. “A Lapa encontramos ela em situação deplorável. Não tinha uma escada rolante funcionando, os banheiros depredados, infiltrações e diversos problemas estruturais. Então, fizemos a avaliação e verificamos a necessidade de R$ 13 milhões para uma nova estação, porque a atual ela terá praticamente que ser refeita”.

Segundo o secretário, as intervenções foram iniciadas com a abertura de licitação, que teve o consórcio Nova Lapa como vencedor. “Resolvemos fazer um processo licitatório e colocamos o valor de R$ 13 milhões, o consórcio Nova Lapa ganhou e assumiu em janeiro”, contou a ressaltar ter sido a melhor saída para evitar gastos inúteis da Prefeitura. “A Lapa sempre foi administrada pela Prefeitura, que gastava R$ 350 mil em manutenção e gastava mal porque sempre foi alvo de críticas”.

Para Mota, após finalização das obras, a Lapa será uma estação modelo no Brasil. “A Lapa era a estação menos acessível do país e se tornará na mais acessível do país porque ela vai ter elevadores para deficientes, piso tátil em toda estação, equipamentos de acessibilidade e sinalização. Esperamos entregar ao final de fevereiro uma estação no nível da terceira capital do Brasil, sem dúvidas nenhuma, uma das melhores estações de transbordo do país”, projetou.

RTEmagicC_Nova_Lapa_foto_1_txdam283113_ca9b1c.jpg

Por: iBahia

Facebook Comments