Data de Hoje
1 March 2021

Novos indícios da Lava Jato podem complicar Mario Negromonte

Ministerio-das-Cidades

 

 

Investigadores da Operação Lava Jato coletaram novos indícios que podem complicar a vida do ex-ministro e ex-deputado Mario Negromonte, atual conselheiro do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM).   De acordo com fontes que integram a força-tarefa da Lava Jato, um dos operadores de propina presos por ligação com o esquema forneceu, recentemente, pistas sobre movimentações financeiras que teriam sido ocultadas pelo ex-parlamentar do PP durante a campanha de 2010.  Delegados da PF e procuradores da República têm interesse especial em detalhes relacionados à delação premiada do ex-diretor de Abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa . Em um dos seus depoimentos,  datado de 2 de setembro de 2014,  Costa diz que repassou R$ 5 milhões a Negromonte no primeiro semestre daquele ano, antes do início oficial das eleições.  Negromonte, alvo de inquérito no Supremo,  sempre negou qualquer envolvimento no escândalo de corrupção.

A seta e o alvo


Deputados de oposição com assento na CPI da Petrobras aguardam com ansiedade a votação de um requerimento indigesto para a cúpula do petista: a convocação do empresário José Carlos Bumlai, amigo íntimo do ex-presidente Luiz Inácio Lula  da Silva.

Efeito duplo


Para os oposicionistas da CPI, José Carlos Bumlai é o elo forte de Lula com negócios suspeitos da Petrobras. Ex-conselheiro da UTC/Constran, do empreiteiro baiano Ricardo Pessoa, Bumlai conta com a blindagem do PT, mas não só. O PMDB da Câmara se arrepia só de ouvir o nome.

No clube dos privilegiados


O deputado Arthur Maia (SD) é o único baiano na lista de 13 parlamentares escolhidos pelo presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), para participar de uma missão internacional com congressistas do Brasil, Índia, Rússia, China e África do Sul, os chamados Brics. Às custas do erário, claro, sob a clássica justificativa de que viajam para representar o país. Ao contrário de Cunha e parte da sua comitiva de políticos,  que deixaram o país na segunda-feira para uma escala em Israel, Maia só se integrará ao grupo em Moscou, onde acontecerá o encontro dos Brics, no domingo. Mesmo assim, terá tempo para passear de barco no rio que corta a capital russa e assistir ao espetáculo de balé Lago dos Cisnes no lendário Teatro Bolshoi, acompanhado pela mulher. Maia e os colegas garantem que as despesas dos cônjuges serão bancadas com o próprio bolso.

Coração dividido


O deputado estadual Raimundo Tavares, o Bobô (PCdoB), vive um dilema em sua cidade natal, Senhor do Bonfim: ou apoia a candidatura  do ex-prefeito e ex-deputado Carlos Brasileiro (PT), de quem é muito próximo, ou defende que o ex-vice-prefeito Gustavo Falcão, também   do PCdoB, seja o nome único da base aliada para 2016.

Clone de canetada


A intensidade com a qual a Transalvador vem aplicando multas de trânsito deixa brechas para exageros e distorções.  Leitor da coluna punido por estacionar em uma calçada do Rio Vermelho foi surpreendido ao receber, dias depois, cobrança pela mesma infração, com diferença de apenas cinco minutos entre uma e outra.

A RMS virou campo de guerra. Enquanto isso, o governador fica  fazendo marketing em visita a escolas, como se fosse ele o pedreiro

Geddel Vieira Lima (PMDB), presidente estadual do partido, ao atacar, mais uma vez, Rui Costa (PT)

Pílula


*No momento,  a candidatura a vereador de Salvador virou a   opção número um do ex-prefeito João Henrique para 2016.

Facebook Comments