Data de Hoje
30 November 2021

O que acontecerá com os sindicalistas da zona azul com a privatização?

 11855355_484882655025798_2057894929_n

Foto: Mara Silvany

A prefeitura de Salvador estuda formas de privatizar os estacionamentos sob supervisão da Zona Azul. Para isso, foi lançada uma Proposta de Manifestação de Interesse (PMI), no Diário Oficial do Município, convocando empresas a apresentarem propostas de exploração dos espaços ocupados pela Zona Azul. Pelos próximos 30 dias, o município vai coletar dados e fazer estudos para formatar um edital de licitação das zonas de estacionamento. “Essa PMI vai nos ajudar a escolher o modelo que terá parquímetro, monitoramento de câmeras. Estamos implementando sistema novo, mas nesse momento estamos coletando dados e fazendo estudos”, explicou o secretário municipal de Mobilidade Fábio Mota. “Depois dessa fase, é o prefeito quem vai definir o formato do processo. Apesar da intenção de acabar com a Zona Azul”, Mota destacou.

11823711_484882651692465_578902604_n

Foto: Mara Silvany

Hoje o que circula nas mídias é que a SEMOB nega existência de empresa preferida para reformulação de zona azul. O secretário municipal de Mobilidade Fábio Mota, desmentiu as informações que circulam quanto à existência de uma empresa preferida no processo de reformulação do estacionamento público em Salvador, a conhecida Zona Azul. Mota esclareceu que duas empresas responderam à Proposta de Manifestação de Interesse (PMI) para realização de estudos de demanda e grau de investimento, mas uma delas está inabilitada por não atuar no ramo. “Existe uma empresa que se habilitou na PMI para fazer estudos, então, ela está fazendo estudos de demanda, grau de investimento para aumentar o número de vagas. Esses estudos serão entregues para nós, depois vamos fazer o termo de referência e abrir o processo licitatório”, explicou o secretário. Segundo o gestor, ainda não existem critérios para definir o vencedor da licitação, já que os estudos ainda não foram concluídos. 

Há quem seja contra

10967195_393278900850693_998803666_o

Vereadora Aladilce Souza (PCdoB) / (Foto: Arquivo Click Notícias)

A vereadora Aladilce (PCdoB) vai recorrer ao Ministério Público estadual contra a proposta da Prefeitura de Salvador de privatizar as áreas de Zona Azul. Na avaliação do edil soteropolitano, a gestão do prefeito ACM Neto “tem uma necessidade de arrecadação muito grande”. “Já tivemos a desafetação de áreas públicas, a indústria das multas e agora essa privatização. Vou procurar o MP para avaliar do ponto de vista jurídico”, avisou a vereadora.

Nossa equipe foi as ruas conversar com alguns sindicalistas, que recebem por comissão para guardar carros na zona azul, e falamos a respeito da possível privatização, na tarde desta terça (4). Alguns, até o momento, não sabem o que irá ocorrer daqui para a frente, outros que exercem a função a mais de 15 anos, informaram que hoje, às 18:00 horas, acontecerá uma reunião com alguns sindicalistas e o sindicato, SIDGUARDAS, que atende a categoria. Na reunião eles ficarão sabendo a respeito do que ficou decidido até o momento. Caso acontecer a privatização, o que não ficou claro, será que os preços cobrados pela permanência nos estacionamentos continuarão os mesmos? Será que a empresa ganhadora da licitação contratará os sindicalistas? Eles continuarão realizando suas funções no mesmo local?

Nossa equipe tentou contato com o sindicato (SINDGUARDAS), mas não houve contato.

Por: Mara Silvany/ Click Notícias (inf. Bahia Notícias)

Facebook Comments