Data de Hoje
19 May 2022

Obra da La Vue dá espaço para a proliferação do Aedes aegypt

O Brasil tem vivido uma forte campanha de mobilização contra o mosquito Aedes aegypt – transmissor da dengue, zika e chinkungunya. Mesmo com toda a mobilização e inúmeros casos registrados, o empreendimento La Vue, localizado na Ladeira da Barra, em Salvador, não demonstrou preocupação, dando espaço para a proliferação do mosquito com o acúmulo de água parada e outras condições favoráveis no canteiro de obras. O descaso foi registrado por um leitor.”… simplesmente deixa inúmeros buracos do tamanho de piscinas cheias de água, verdadeiros criadouros do mosquito da dengue. É um absurdo que tal empreendimento não tem comprometimento com o bem estar da população e permita a proliferação do mosquito, sem tomar nenhum atitude pra coibir tal prática”, relatou. Qualquer local que possa juntar água limpa e parada é um foco do mosquito Aedes aegypti: pratos de vasos de plantas, caixas d’água mal tampadas, latas, garrafas, plásticos, cacos, pneus, piscinas sem tratamento da água, calhas etc.

Facebook Comments