Data de Hoje
17 June 2024
Foto: Divulgação / Valter Pontes

Obras do Morar Melhor são iniciadas em Dom Avelar

Ordem de serviço para reforma de 209 casas é assinada pelo prefeito ACM Neto nesta segunda-feira (14)

O bairro de Dom Avelar é a décima localidade a receber o programa Morar Melhor, desenvolvido pela Prefeitura com o intuito de reformar casas em situação precária na cidade. A ordem de serviço para início imediato das obras em 209 residências precárias foi assinada pelo prefeito ACM Neto nesta segunda-feira (14), em cerimônia realizada na Rua Bartolomeu Dias, s/n. O evento contou com a presença dos secretários de Promoção Social, Esporte e Combate à Pobreza (Semps), Bruno Reis, e de Infraestrutura e Defesa Civil (Sindec), Paulo Fontana, demais gestores municipais, autoridades e a população.

Uma das beneficiadas, a doméstica Sandra Souza, 30 anos, era só felicidade com a ação, que promoveu nova pintura, reboco e esquadrias (portas e janelas) da casa onde mora com o esposo e os três filhos. “Amei essa ação, porque somos fracos e não tínhamos dinheiro para fazer a reforma. Nunca alguém fez algo aqui na comunidade, até que a Prefeitura chegou aqui, entrou em contato conosco, perguntou sobre o que a gente precisava e começou a melhorar a casa. Nem acreditei quando começaram a obra. Agora vou passar 2016 de casa nova, todos estamos muito felizes”, relatou.

O prefeito ACM Neto ressaltou que o Morar Melhor tem como vantagem permitir que os moradores permaneçam no próprio bairro através da reforma da casa, oferecendo assim mais conforto e segurança na moradia das famílias carentes. “Esse é um dos maiores programas sociais já realizados em Salvador e promovido com recursos da Prefeitura, ou seja, fruto dos impostos pagos pela própria população. Além disso, o morador tem a liberdade de escolher a melhoria que será feita no imóvel, no valor de até R$5 mil”.

Funcionamento – Coordenado pela Secretaria Municipal de Promoção Social, Esporte e Combate à Pobreza (Semps), o Morar Melhor é promovido com a parceria da Secretaria Municipal de Infraestrutura e Defesa Civil (Sindec). A estimativa é reformar 20 mil residências por ano e, ao final de cinco anos, 100 mil casas devem ser contempladas através de seleção técnica, com investimento total de R$500 milhões.

O beneficiário selecionado escolhe a melhoria a ser realizada dentre pintura e reboco, esquadrias (portas e janelas), telhado e louças sanitárias. A iniciativa também está sendo realizada em Nova Constituinte, Bairro da Paz, Liberdade, Calabar, Sussuarana, Boca do Rio, Novo Marotinho, Luiz Anselmo e Pernambués, com quase 4 mil famílias beneficiadas.​

Fonte: Agecom