Data de Hoje
25 October 2021

Oposição vota contra existir mais um projeto por nome de Antônio Carlos Magalhães

Semana passada (29) foi aprovado o projeto onde o ex-senador Antônio Carlos Magalhães prestará o seu nome ao futuro Centro Administrativo de Salvador, de acordo com projeto de lei de autoria do vereador Leo Prates (DEM). O Centro se chamará Prefeito Antônio Carlos Peixoto de Magalhães – em homenagem à sua gestão na prefeitura de Salvador, entre 1967 e 1970. O centro administrativo faz parte do planejamento do prefeito ACM Neto (DEM) para modernizar a gestão da cidade.

Na sessão de hoje (5) o vereador Gilmar Santiago (PT) votou contra o projeto do novo mercado popular, onde funcionará a Feirinha do Jardim Cruzeiro, que poderá se chamar Mercado Popular Senador Antônio Carlos Peixoto de Magalhães. O projeto de indicação foi aprovado nesta quarta-feira (5) pela Câmara Municipal de Salvador (CMS).

Além do petista o projeto teve o voto negativo da bancada de oposição, proposta tal que é de autoria do vereador Vado Malassombrado (DEM), e segue agora para o Executivo, comandado pelo neto do homenageado – ACM Neto.

O vereador Leo Prates (DEM) rebateu sobre a opinião de Gilmar, Prates diz ter orgulho de pertencer ao grupo político de ACM e do passado do senador, que muito fez pela Bahia. “Naquela época, o Estado ficou conhecido como o 2º local de turismo mais frequentado, onde tinha o maior polo petroquímico. Hoje o Centro de Convenções está acabado, destruído. E isso é responsabilidade do governo do PT! Se Antônio Carlos Magalhães estivesse aqui, estaria feliz em receber essa homenagem”, concluiu Prates.

Por: Mara Silvany / Click Notícias

Facebook Comments