Data de Hoje
30 November 2021

Pai de Marcelo Odebrecht autoriza advogados a discutirem delação

Segundo a Folha, um interlocutor da empreiteira próximo a Emílio Odebrecht, pai de Marcelo, relatou em conversas reservadas que uma das preocupações do grupo que cogita a colaboração é que, diante do volume de delações premiadas –22 até agora– na Lava Jato, o executivo preso que falar por último terá pouco a colaborar com os investigadore

Ricardo Pessoa, dono da UTC, o ex-presidente da Camargo Corrêa, Dalton Avancini e o ex-vice-presidente da Camargo Corrêa, Eduardo Leite, já colaboraram com as investigações

O ex-presidente da OAS, Léo Pinheiro, condenado a 16 anos de prisão, também estaria negociando uma colaboração em troca de benefícios judiciais, diz a Folha

Facebook Comments