Data de Hoje
20 April 2021
Foto: Rerprodução

Pai desmente versão que criança tenha morrido afogada ao caçar Pókemons

Segundo informações de Márcio Azzi, pai de João Pedro, garoto de 5 anos que estava no barco com Arthur Bobsin, de 9 anos, que morreu afogado na tarde da última segunda-feira (8) no Rio Tramandaí, em Imbé (RS), a causa do afogamento não está ligada ao fato de caçar Pókemons, como foi afirmado em registro feito na Delegacia de Pronto Atendimento de Tramandaí.

“Não tem nada a ver com o jogo. Nenhuma das crianças tinha esse jogo. E nenhum deles nem ao menos tinha celular. Em um momento difícil não cabe a ninguém ficar inventando histórias”, escreveu Azzi no Facebook. Os pais das crianças se disseram abalados com a situação e acompanham o velório de Arthur, de acordo com o Extra.

Segundo relatou Azzi, os meninos brincavam na beira do rio quando pegaram um barco. Por volta das 15h30, eles entraram na água e desapareceram. O menino mais novo conseguiu se salvar. Arthur se afogou e veio a óbito.

O enterro de Arthur está previsto para as 16h, no cemitério da cidade com homenagens dos escoteiros – grupo do qual era integrante.

Click Notícias

Facebook Comments