Data de Hoje
28 October 2021

Para alcançar superávit, governo pode aumentar impostos sobre bens de consumo

Para alcançar superávit, governo pode aumentar impostos sobre bens de consumo

Foto: Ernesto Rodrigues/AE

 
Os impostos sobre bens de consumo podem aumentar em 2014, segundo o ministro da Fazenda, Guido Mantega. Em entrevista ao jornal O Globo, Mantega afirmou que a realização da meta de superávit primário de 1,9% do Produto Interno Bruto (PIB) está garantido, mas que isso ocorrerá com aumento na arrecadação ou corte nas despesas. “Temos uma previsão de aumento de alguns tributos. Foi o que aconteceu, por exemplo, na tabela de bebidas (que serve como base de cálculo para o IPI e o PIS/Cofins do setor de bebidas frias). A tributação é proporcional ao preço. Quando o setor aumenta os preços, se você não faz um reajuste da tabela, é como se o tributo tivesse caído. Não fizemos reajuste no ano passado, mas vamos fazer este ano. Isso nos trará uma receita adicional de R$ 2 bilhões a R$ 2,5 bilhões em 2014”, disse o ministro. Ainda de acordo com Mantega, o reajuste de 10% do programa Bolsa Família não é expressivo e não impactará nesta conta, apesar de representar um gasto extra do governo de R$ 1,3 bilhão
Facebook Comments