Data de Hoje
23 April 2021
Foto: Reprodução

‘Paradão Metralhadora’ não incita a violência, diz Comandante da PM

O Comandante-Geral da Polícia Militar na Bahia, Anselmo Brandão, afirmou que não interpreta a música ‘Paredão Metralhadora’ como uma canção que incita a violência. No entanto, ele ressalta que a referência a uma arma de fogo no refrão torna a questão subjetiva. “Vai depender de quem ouve a música. Da forma como você ouve a música você pode ter uma interpretação. Não vou dizer aqui que a música ‘Metralhadora’ incita a violência. Nós não temos esse dado de que quando ela toca as pessoas se agridem. Eu mesmo não vejo ela tocando a ‘Metralhadora’ como se fosse uma metralhadora. É uma forma alegória de externar a arte, a música, através de um objeto que não é muito receptivo”, afirmou Brandão antes da apresentação do Carnaval pelo Governo do Estado, nesta quinta-feira (28). Nesta quarta-feira (27), o Ministério Público da Bahia (MP-BA) expediu uma recomendação ao Governo do Estado e a Prefeitura de Salvador para lembrar aos artistas sobre a proibição de executarem músicas, danças ou coreografias que incentivem a violência em blocos contratados com recursos públicos. O comandante ressaltou que a única recomendação aos cantores durante a folia é a de não incitar a rivalidade entre bairros. “Uma coisa que eu peço aos cantores no Carnaval é que eles não incitem a rivalidade de bairros. Isso no ano passado deu problema. Nós temos até uma assessoria de comunicação que vai conversar com os cantores orientando nesse sentido”, destacou Brandão.

Por Bahia Notícias
Facebook Comments