Data de Hoje
23 October 2021

Passarela é liberada com videomonitoramento e WiFi no ponto de ônibus

Essa é a segunda passarela da capital a contar com o sistema.

Passarela Nelson Mandela foi entregue na manhã de ontem (Foto: Evandro Veiga)

Moradora da Avenida Hilda, em Pernambués, a doméstica Lucia Moreira cruza, diariamente, três pistas da Avenida Tancredo Neves, até chegar ao ponto de ônibus próximo à Comercial Ramos, onde pega o transporte para ir ao trabalho. Por conta do grande fluxo de carros e a espera nos semáforos para atravessar as faixas, leva, quase sempre, mais de cinco minutos até chegar ao local.

Ontem, ao sair de casa, pouco antes do meio-dia, Lucia chegou lá em menos da metade do tempo e comemorou não só a rapidez, mas a segurança, pois com a liberação da tão aguardada Passarela Nelson Mandela, na altura da Madeireira Brotas, ela também já não teme os motoristas que invadiam o sinal vermelho. “Agora, ficou uma maravilha. Moro aqui há 22 anos e, volta e meia, via alguém sendo atropelado. Quando precisava atravessar à noite, mesmo com o sinal fechado, morria de medo e passava correndo”,  conta.

A passarela, que há muitos anos se tornou a principal solicitação de moradores e funcionários de empresas e comércio local, foi inaugurada na manhã de ontem pelo prefeito ACM Neto. “Os moradores de Pernambués agora podem atravessar a rua para pegar o ônibus sem correr o risco, pois, às vezes, mesmo com o sinal fechado, o motorista imprudente não respeita e acontecem acidentes”, destaca Neto.

Essa é a segunda passarela da capital a contar com sistema de videomonitoramento e conexão à internet (WiFi) no ponto de ônibus. “Essa passarela segue o aprimoramento do sistema com o mesmo formato da (localizada perto do Shopping) Sumaré. Possui câmeras, possibilitando o monitoramento e identificação de alguém que venha a causar algum dano ao patrimônio público”, aponta o presidente da Desal, Marcílio Bastos. Ele adverte que, apesar de contar com WiFi nos abrigos de ônibus, “haverá bloqueadores para evitar que fiquem acessando na parte superior”.

Câmeras visam inibir vandalismo e assaltos aos usuários (Foto: Evandro Veiga)

Quem também comemora a implantação do novo equipamento são os motoristas que trafegam diariamente pelo trecho, já que, com a liberação da passarela, os semáforos foram desativados, dando rolamento aos veículos que vêm da Paralela em direção ao Iguatemi. “Aqui, passam 120 mil veículos por dia. Sem essa retenção do semáforo, a área passa a ter uma maior fluidez”, indica o superintendente da Transalvador, Fabrizzio Müller, que informa que o órgão deve realizar ações de educação no trânsito do local.

“Existe uma cultura muito grande das pessoas não utilizarem a passarela. Agora, a gente passa a ter uma atenção muito maior para ajudar essas pessoas a criarem esse hábito, até por uma questão de segurança delas mesmas”, completa Fabrizzio.

Ao final da cerimônia de inauguração, ACM Neto ainda assinou uma ordem de serviço para a construção, recuperação e manutenção de três outros equipamentos: a passarela localizada em frente ao Detran, na Avenida ACM; a passarela da Avenida Bonocô, na altura da Revisa; além da passarela em frente ao Shopping Barra.

As duas primeiras têm início imediato e, de acordo com Marcílio Bastos, todas devem receber WiFi e câmeras de segurança. “Quando chegamos à prefeitura, as passarelas estavam sem nenhum tipo de manutenção, caindo aos pedaços. Desde o ano passado estamos não só construindo outras passarelas como fazendo a manutenção para a segurança de quem usa esses equipamentos”, afirma o prefeito.

Equipamento liga pontos de ônibus e tem internet grátis (Foto: Evandro Veiga)

Com orçamento de R$ 3,8 milhões, as obras na passarela, realizadas pela Companhia de Desenvolvimento Urbano de Salvador (Desal), tiveram duração de sete meses.

Facebook Comments