Data de Hoje
15 June 2021

“Pedi que não fosse em horário de pico”, diz Neto sobre realização blitzes

O prefeito ACM Neto (DEM) comentou nessa terça-feira (1), a decisão do governador Rui Costa (PT) de reforçar efetivo policial nas ruas e aumentar em 50% a realização de blitzes para evitar o porte de armas e, consequentemente, crimes como assaltos e latrocínios.

“Eu prefiro não polemizar. Nós estamos muito preocupados com a situação da violência em Salvador, que não é nova, mas que aparentemente está se agravando. Espero que o governo do estado, que tem o dever principal de oferecer segurança pública, possa ter atenção a isso”, disse.

Neto aproveitou para criticar o impacto causado no trânsito da cidade. “Eu dialoguei com o secretário Maurício Barbosa e pedi a ele que conversasse com a Transalvador e ele sempre tem esse diálogo. Ponderei que tentasse evitar as blitzes no horário de pico. Claro que se existe uma ocorrência policial e é preciso uma intervenção, tem que ser feito. Mas, as blitzes podem ser programadas. Eu solicitei que fossem programadas para horários que não sejam os de pico. Uma blitz programada, em horário crítico, pode acabar causando transtornos sérios como ontem”, avaliou o democrata.

Por: Metro 1
Facebook Comments