Data de Hoje
6 December 2021

Personagem Africano faz OAB denunciar Pânico na Band por racismo

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e a Comissão Nacional da Verdade da Escravidão Negra encaminharam denúncia à Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial, do governo federal, contra o personagem Africano, interpretado pelo ator Eduardo Sterblitch no programa Pânico na Band, da Rede Bandeirantes. Para interpretar o personagem, o humorista, que é branco, pinta o rosto de preto e utiliza uma malha escura para cobrir todo o corpo. Ele ainda age como um animal, não fala e somente faz caretas e danças consideradas exóticas. Segundo a denúncia feita pela OAB e pela Comissão Nacional da Verdade da Escravidão Negra, o personagem é uma “afronta racial” e contribui para “perpetuar os efeitos e resquícios da escravidão negra”, como a prática do “black face”, quando atores de teatro do século XIX  se coloriam com carvão de cortiça para representar personagens negros de maneira exagerada. “As pessoas que produzem o personagem, o próprio ator ou as que estão rindo disso não percebem toda a carga de racismo, que tem origem na escravidão”, diz Humberto Adami, presidente da comissão. Em nota divulgada na última segunda-feira (10), o Pânico pediu desculpas a quem se sentiu ofendido pelo personagem e justificou que na atração também há sátiras de “mexicanos, chineses e árabes”. No Facebook, Eduardo Sterblitch também se desculpou e negou ser racista. “Estou chorando… A quem deixei triste ou pior, peço desculpas por minha ignorância. Que, pelo menos, eu sirva de exemplo para que isso não aconteça mais”, escreveu. Nas redes sociais, internautas fizeram duras críticas ao personagem por também considerá-lo racista.

Por: Bahia Notícias

Facebook Comments