Data de Hoje
22 July 2024
Foto: Reprodução

PF prende executivos de famosos frigoríficos por vendas de carnes vencidas

Foram presos nesta sexta-feira (17), em operação deflagrada pela Polícia Federal, executivos das maiores empresas de carne do mundo, a JBS e BRF. Os grupos controlam empresas bastante conhecidas no ramo como Friboi, Seara, Sadia e Perdigão.

Os frigoríficos foram alvo da Operação Carne Fraca, que contou com mais de 1.100 policiais distribuídos em seis Estados do país, dentre eles, Paraná, São Paulo, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Minas Gerais e Goiás, além do Distrito Federal.

Segundo o delegado da Polícia Federal, Maurício Moscardi Grillo, as empresas investigadas usavam produtos químicos para “maquiar” carne vencida, injetavam água para aumentar o peso dos produtos e, em alguns casos, foi constatada ainda falta de proteína na carne.

“Eles usavam ácidos e outros produtos químicos para poder maquiar o aspecto físico do alimento. Usam determinados produtos cancerígenos em alguns casos para poder maquiar as características físicas do produto estragado, o cheiro”, disse Moscardi ao G1, sem detalhar em quais empresas foram encontradas as irregularidades.

Fiscais do Ministério da Agricultura também foram presos por recebimento de propina durante as fiscalizações nas empresas. Ainda segundo Moscardi, nem mesmo os fiscais envolvidos, que costumavam ganhar carnes dos proprietários como benefício, estavam aguentando a má qualidade dos produtos. “Eles comentavam entre si que não estava mais dando para receber”, disse.