Data de Hoje
31 July 2021

Pinheiro nega especulação sobre saída do PT: ‘Não tive conversa sobre essa agenda’

Citado como um provável retirante do PT, o senador Walter Pinheiro (BA) negou qualquer conversa sobre o tema. “Minha agenda não é uma saída para mim, é uma saída para o Brasil.  Não tive qualquer conversa com o PT sobre essa agenda”, assegurou o petista. Segundo ele, especulações sobre uma eventual saída dele do ninho do PT aumentaram a partir de uma conversa entre ele, o prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), e o senador Otto Alencar (PSD), que teve como foco a capital baiana. “Foi uma conversa no cafezinho do Senado. O prefeito pediu nosso apoio sobre uma questão das verbas para o BRT. Otto pode até ajudar mais do que eu, pois o Ministério das Cidades é controlado pelo PSD”, relatou Pinheiro. A senadora Lídice da Mata (PSB), que também participaria da conversa, acabou fora do papo por estar em pronunciamento no plenário no momento do encontro. “A reunião foi na terça-feira, às 18h. Não sei por que nenhum paparazzo tirou foto”, ironizou – apesar da Agência Senado ter registrado o momento. Sobre as especulações de que poderia migrar para outra legenda, Pinheiro foi taxativo. “Se eu for conversar com dirigente de partido, vai ser com o meu partido”, garantiu. Segundo ele, até mesmo o convite para integrar o PRB, publicizado pela deputada federal Tia Eron, surgiu de um momento de descontração com o senador Marcelo Crivella (PRB-RJ). “O Crivella disse para Tia Eron para me cercar. Minha mulher até brincou comigo, que não precisavam duas mulheres brigarem  por mim, pois já sou casado”, brincou. Quanto a informações de que estaria buscando outra sigla para uma eventual candidatura a prefeito de Salvador em 2016, Pinheiro foi enfático: “Não sou candidato em 2016”.

Facebook Comments