PM morre com um tiro na cabeça após perseguição contra criminosos

Um policial militar foi morto, na manhã de segunda-feira (12), com um tiro na cabeça após um tiroteio na Avenida Brasil, uma das principais vias expressas do Rio de Janeiro. O caso aconteceu por volta das 7h.

De acordo com a Polícia Militar, os policiais fizeram um cerco a um veículo que trafegava na pista sentido Centro da Avenida Brasil quando a viatura do policial do 14º BPM (Bangu) foi atacada pelos suspeitos e os policiais reagiram. De acordo com a PM, a vítima, o sargento Cirio Damasceno Santos, de 51 anos, estava na viatura no momento em que se iniciou o tiroteio no local.

 

O policial chegou a ser levado às pressas para o Hospital Albert Schweitzer, em Realengo, mas não resistiu ao ferimento. Além dele, Isamel Nascimento, um motorista de um Civic preto que passava pela avenida no momento dos disparos, também foi baleado e levado, em estado grave, para o mesmo hospital. Não há informações sobre o estado de saúde dele.

Na mesma manhã, a PM iniciou uma operação em busca dos autores dos disparos e encontraram um veículo na Favela do Muquiço com características semelhantes ao que foi usado pelos criminosos durante o ataque.

Durante a ação policial, que contou com agentes do 14º BPM e batalhões de Irajá e Rocha Miranda, dois suspeitos foram presos, entre eles um adolescente de 14 anos, que chegou a ser baleado e que estava com uma pistola e um radiotransmissor.

Varela Notícias

Facebook Comments