Data de Hoje
13 June 2021

Polícia elucida homicídios e prende três em 24 horas

O delegado Marcos Laranjeira, titular da 20ª Delegacia Territorial (DT), anunciou, nesta sexta-feira (31), a elucidação de dois homicídios ocorridos nas últimas 48 horas, em Candeias, cujos autores foram presos poucas horas após os crimes. As mortes estão relacionadas ao tráfico de drogas e a equipe da unidade policial também apreendeu as armas utilizadas pelos criminosos.

Depom - 20ª DT - Nino e Zóio - 31.07-horzfsdfsdfd

Nas primeiras horas da quinta-feira (30), Lucas de Sousa da Silva, o “Zóio”, de 22 anos, e Luís Sergio Conceição da França, o “Nino”, 24, executaram o adolescente Roque da Silva Reis, 17, com vários tiros, na localidade da Favelinha, bairro Malembá. Uma pistola calibre ponto 40, com dez munições, utilizada por eles para assassinar o desafeto foi apreendida pela polícia.

Além da arma do crime, “Zóio” e “Nino” tinham ainda dois revólveres calibre 38, 60 pedras de crack e outras duas pedras maiores, além de sete “papelotes” de cocaína, uma balança de precisão e uma máscara tipo “brucutu”. Ambos foram autuados em flagrante por homicídio qualificado, tráfico de drogas, associação para o tráfico e porte ilegal de arma.

FORAGIDO

Depom - 20ª DT - Alexandre, Nino, Zoio - 31.07.2015

Um dia antes, na quarta-feira (29), Alexandre de Oliveira dos Santos, o “Abelardo”, já havia sido preso pela equipe da 20ª DT/Candeias, pelo assassinato de Genilson Jesus dos Santos, morto por ele algumas horas antes, na Segunda Travessa Calmon, bairro da Paz.

“Abelardo” teve a ajuda de um comparsa para matar Genilson. Ailton da Silva de Souza já teve a prisão solicitada à Justiça e está sendo procurado. A polícia apreendeu dois revólveres calibre 38, municiados, e 24 “pinos” de cocaína com “Abelardo”, que vai responder por homicídio, tráfico e porte ilegal.

Segundo o delegado Marcos Laranjeira, as armas apreendidas foram encaminhadas à perícia no Departamento de Polícia Técnica (DPT) e serão submetidas ao Ibis (sistema de identificação balística) para confirmar que foram utilizadas nos homicídios.

Lucas, Luís Sérgio e Alexandre foram apresentados à imprensa, na tarde desta sexta-feira (31), no auditório do edifício-sede da Polícia Civil, e agora encontram-se custodiados na DT/Candeias, à disposição da Justiça.

Click Notícias/ Inform: Ascom-PC

Facebook Comments