Data de Hoje
27 May 2024

Polícia Federal faz operação contra extração ilegal de ouro na Bahia

Foto: Polícia Federal

 

A Polícia Federal deflagrou a operação Serra Dourada na manhã desta quarta-feira (17), com o objetivo de cumprir mandados judiciais decorrentes de investigação contra a extração ilegal de ouro nas cidades baianas de Santaluz e Tucano, cerca de 275 km de Salvador, e São Paulo. Oito mandados de busca e apreensão foram cumpridos pelos agentes.

 

A ação é um desdobramento da Operação Garça Dourada, deflagrada no dia 6 de junho de 2023, quando foi identificado que os suspeitos praticavam a extração ilegal de ouro na região de Santa Luz, tendo evoluído no crime para a construção de laboratórios, onde recebem e refinam “rejeitos” de moagens executadas por garimpeiros ilegais, com processo químico industrial. O ouro é extraído do “rejeito” por meio do procedimento da lixiviação, com a utilização de grande quantidade de cianeto de sódio.

 

A Polícia Federal observa que a utilização ilícita de cianeto de potássio ou cianeto de sódio são substâncias altamente tóxicas e sua compra e uso são controlados pelo Ministério do Exército, devido ao perigo que pode causar para a saúde humana e para o meio ambiente local.

 

Na atual fase da investigação, foram identificados comerciantes que adquirem o ouro extraído ilegalmente na região para revenda em outros estados da Federação, em forma de barra ou já transformados em joias.

 

Os investigados irão responder pelos crimes de usurpação de bens da União, associação criminosa, posse de artefatos explosivos, extração ilegal de recursos minerais, uso/armazenamento ilícito de substância tóxica, perigosa e nociva e lavagem de dinheiro. As penas, somadas, podem chegar a 29 anos.