Data de Hoje
28 November 2021

Popó prepara para retorno às lutas, junto com o filho Igor

13dafc9107b7787dd961310106c69aad-448x336

Acelino ‘Popó’ Freitas, de 39 anos, e seu filho Igor, de 18, têm desafios parecidos no duplo retorno ao ringue, marcado para 18 de agosto, na paulista Santos.

Aposentado do boxe em 2012, o ‘Mão de Pedra’ enfrentará um adversário na ativa e 13 anos mais jovem, o argentino Mateo Damián Verón, de 26, pela categoria médio-ligeiro (69,9 kg). Já Igor, apelidado de ‘Mão de Ferro’, possui apenas três lutas na carreira. Parou em 2014 e, assim como seu pai, volta contra um oponente em atividade, pela categoria cruzador (+90 kg).

“O adversário só será conhecido uma semana antes. Apenas em luta de  profissionais são divulgados  com antecedência”, explicou Popó, que terá ainda o sobrinho Vitor, de 21 anos, em ação na categoria super pena (59 kg).

O peso é justamente a parte em que pai e filho se distanciam. Enquanto Popó está praticamente na medida oficial, Igor terá de baixar 15 kg até 15 de agosto para lutar.
“Agora tenho 109 kg. Para  perder  peso, é fechar a boca, treinar  e se dedicar”, afirmou o adolescente. Ele ressalva que lasanha, pizza, feijoada e outros alimentos muito calóricos foram cortados da sua dieta. Legumes e verduras os substituem no dia a dia.

“Hoje, comi duas fatias de abacaxi pela manhã. Ao meio-dia, será salada e frango grelhado. À noite, um chá e um ovo cozido”, exemplificou o boxeador, referindo-se ao cardápio da semana de treinos.

Popó terá um adversário considerado modesto na reestreia profissional. Para o antigo tetracampeão mundial, a luta será uma espécie de aquecimento, pois Verón não figura na lista dos principais nomes argentinos da categoria médio-ligeiro.

Segundo o cartel divulgado pela assessoria do evento, ele  tem quase o mesmo número de derrotas e vitórias. Em 38 lutas, soma 20 vitórias (três por nocaute), 16 derrotas e dois empates. Nos dois duelos  com brasileiros, em 2014, perdeu por pontos para Douglas Ataíde e Patrick Teixeira.

“Você quer que eu volte contra um adversário invicto para eu me arrebentar? Tem que começar  leve porque fiquei três anos parado”, retrucou Popó, ao ser questionado sobre a qualidade do escolhido.

O ex-deputado federal, no entanto, antecipa  um adversário casca grossa a partir de outubro, quando lutará em Belém: “Poderá ser pelo cinturão latino, já visando à disputa futura do cinturão mundial. Estou estudando em qual associação de boxe me filiar”.

Treinamento

Há dois meses em Santos, o boxeador baiano treina com Ulisses Pereira, ex-técnico da equipe brasileira  (1995 a 2001) e que foi treinador nos Jogos Olímpicos de Atlanta-1996 e Sydney-2000.

Pereira também  prepara Igor. Estudante de Direito de 1,75 m de estatura, ele lembra ter pesado 80 kg até os 13 anos. Depois dessa idade, perdeu o controle.
A assessoria de Popó informou que a luta principal do evento será transmitida ao vivo pelo canais SportTV e Globo Internacional. O evento começará a partir das 22h.

Facebook Comments