Data de Hoje
1 March 2021

População reclama do péssimo serviço da embasa em pau da Lima

Moradores da Rua Jesus Bento de Souza, no final de linha de 7 de Abril em Pau da Lima, denunciam a falta de manutenção em saneamento básico por parte da Embasa.
Segundo Jean Sacramento, subprefeito da região de Pau da Lima, não existem esgotos nas casas apesar de terem toda tubulação que a Embasa colocou, a mesma não efetuação a ligação dos esgotos das residências para o canal central, ou seja, toda a tubulação de esgotos da população local está na ligação a rede fluvial do município, e a rede não aguenta por causa dos gases que se acumulam resultando em estouros de esgotos nas casas de moradores, e causando vazamentos nos asfaltos das ruas. A população sem saber que seria o responsável pelo serviço, acaba acusando a prefeitura de Salvador, sendo que está é uma responsabilidade da Embasa que não finalizou até hoje o serviço.
1
 
Morador indignado
A prefeitura tomou a responsabilidade para si levando a SEMAN (Secretaria de Manutenção da Cidade) para amenizar o sofrimento dos moradores. Em entrevista ao portal Click Notícias, moradores da localidade a mais de 20 anos, informaram que a Embasa aconselhou que os mesmos fizessem fossas em suas residências. Moradores alegam que pagam seus impostos, e mesmo sem ter a ligação de esgotos corretamente, é cobrado a taxa de esgoto na conta de água.
“Esse trabalho é da Embasa e não da prefeitura. Se não fosse a nossa revindicação junto a prefeitura bairro de Pau da Lima, a SEMAN não estaria hoje tentando resolver um problema que não é responsabilidade da prefeitura de Salvador.” disse Vanderson Leal, morador local a mais de 20 anos.
5
Sra. Maísa, moradora a 42 dois anos, convidou nossa equipe para entrar eu sua residência, afim de apresentar as rachaduras que surgiram como consequências das tentativas sem sucesso da Embasa para resolver o problema. Segundo ela as rachaduras podem causar um acidente, além da Embasa não querer indenizar a casa da moradora. Essa situação ja dura a cerca de 3 anos.
 
“Eles aparecem e fazem a ‘maquiagem’ que com dois meses estouram tudo de novo nas residências, vazando água de esgoto.” disse. Informou ainda que a prefeitura faz o recapeamento nas ruas, a Embasa vem, fura tentando resolver o problema e assim sucessivamente.
 
A sr.a Maísa procurou a Embasa para ser indenizada pelas rachaduras, porém obteve como resposta da Embasa que eles não podem fazer nada.
 
Nossa Equipe entrará em contato com a assessoria de imprensa da Embasa para esclarecimentos.
 
Mara Silvany / Elton Soledade / Click Notícias
Facebook Comments