Data de Hoje
12 May 2021
Ônibus ficou com as marcas de sangue do trabalhador após ele ser baleado no tórax (Foto: Amanda Palma/Correio)

Porteiro baleado durante assalto a ônibus na San Martin morre no HGE

Vítima se recusou a entregar a mochila, foi baleada no tórax e estava internada desde a sexta-feira.

O porteiro Libânio Trindade dos Santos, 64 anos, faleceu na manhã deste domingo no Hospital Geral do Estado (HGE). Ele estava internado na unidade médica desde a sexta-feira (15) quando foi baleado no tórax depois de reagir a um assalto a ônibus na Avenida San Martin, em Salvador. Segundo a assessoria do Departamento de Polícia Técnica (DPT), o corpo do trabalhador permanecia no Instituto Médico Legal até a manhã desta segunda-feira (18).

A vítima foi socorrida no próprio coletivo para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA), em Roma, e depois transferida para o HGE. O assalto ocorreu às 10h45, no ônibus do Consórcio Plataforma, que fazia a linha Pirajá/Pituba.

De acordo com o motorista do ônibus, que preferiu não se identificar, dois homens abordaram a vítima, que teria reagido, se negando a entregar a mochila, onde estava a farda de porteiro do prédio onde trabalha. A dupla entrou no ônibus normalmente, inclusive pagando passagem.

Os bandidos acabaram atirando e fugiram deixando para trás a mochila e a carteira da vítima, com R$ 65. No momento do disparo, o motorista conta que a situação ficou muito tensa dentro do ônibus. “As pessoas ficaram em pânico, começaram a gritar para eu abrir a porta e todo mundo desceu”, contou.

Só o motorista e o cobrador permaneceram no coletivo, que seguiu com destino ao hospital, para prestar socorro ao passageiro. De acordo com o motorista, policiais militares chegaram ao local minutos depois, mas não conseguiram prender os bandidos. Os PMs escoltaram o ônibus até o hospital.

 Por Correio
Facebook Comments