Data de Hoje
19 June 2021

Prefeito quer barrar na Alba projeto que regula serviços na região metropolitana

reiuty

A queda de braço ente o prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), e o governador Jaques Wagner (PT), está longe de ter um fim. Ontem, por volta das 17h30, Neto se reuniu com um deputado de cada partido da oposição para pedir que a bancada use todos os artifícios de obstrução e consiga postergar a votação do projeto de lei apelidado de "Autoridade Metropolitana", que cria um sistema regulador de serviços públicos na Região Metropolitana, a exemplo do sistema de água e esgoto.

Em conversa com o Bocão News, o deputado estadual Bruno Reis (PMDB) afirmou que a bancada vai usar “todos os artifícios regimentais e manobras, além a obstrução, para barrar esse projeto que é uma afronta a população, que rasga a Constituição Federal”.

Mesmo com a obstrução da minoria, o governo tem número suficiente para aprovar a matéria, já que precisa do quórum simples: a metade mais um.

Ontem, durante coletiva, Neto apresentou dados sobre prestação dos serviços de água e esgoto pela Embasa. E eles são desanimadores. Estudo feito pela Fipe mostra que, de acordo aos padrões dos serviços ofertados atualmente pela Embasa, a universalização do acesso a saneamento e água encanada na cidade só será estabelecida em 2040, mesmo com os constantes reajustes na tarifa, acima da inflação.

Facebook Comments