Data de Hoje
24 February 2021

Prefeitura de Alagoinhas diz que não há constrangimento em nomeação de mulher do prefeito; salário passa dos R$ 12 mil

Após a divulgação de que a mulher do prefeito da cidade de Alagoinhas, Carla Reis, seria a nova titular da Secretaria Municipal de Comunicação (Secom), a prefeitura afirmou, por meio de nota, que não considera que haja “constrangimento” na escolha do nome da primeira-dama para ocupar o cargo. “Além de não haver impedimento legal, a nomeação foi para um cargo que estava vago”, diz um trecho do documento.

“A nova secretária possui nível superior e, apesar de a formação não ser especifica, possui grande afinidade com a área e conta com um equipe técnica qualificada para dar todo o suporte na condução do trabalho”, completa a nota.

A mulher de Joaquim Neto (PSD) vai receber R$ 12.500 por mês. No último mês, o chefe do Executivo de Alagoinhas cortou em 25% o seu salário, passando a ganhar R$ 16.500. Os salários do casal, se somados, ultrapassam o valor recebido por Neto antes da redução no seu vencimento, que era de R$ 22 mil. Juntos, eles terão, todos os meses, R$ 29 mil dos cofres da cidade.

Ao Aratu On, o advogado de questões administrativas, Paulo Augusto, esclareceu que, por conta de uma mudança na lei, em 2018, a situação em Alagoinhas não pode ser considerada nepotismo. “Há dois anos, uma pessoa que é de confiança do gestor, que não tenha nenhum processo na Justiça, que não participe de qualquer fraude, ou não ocupe o cargo com outra finalidade além do que a função exige, pode ser nomeada sem justificativa e quando ele quiser”.

Facebook Comments