Data de Hoje
24 April 2024

Prefeitura entrega unidade de pronto atendimento em Ilha de Maré

Foto: Betto Jr./Secom PMS

A Ilha de Maré, território insular de Salvador, ganhou nesta terça-feira (27) uma unidade de Pronto Atendimento (PA), que funcionará 24 horas e terá capacidade de realizar até 1,2 mil atendimentos por mês.

O prefeito Bruno Reis e a vice-prefeita e secretária da Saúde (SMS), Ana Paula Matos, estiveram na localidade de Praia Grande para inaugurar a nova estrutura, que realizará serviços de média complexidade. Na ocasião, entregaram também a reforma da Unidade de Saúde da Família (USF) da Ilha de Maré, que foi totalmente requalificada.

A Prefeitura também lançou nesta terça o Plano de Bairro de Ilha de Maré, que reúne ações e obras visando o desenvolvimento sustentável do território insular nas áreas de mobilidade, urbanização, educação, lazer, assistência social e saúde, como é o caso do PA e da USF entregues. O objetivo é trazer mais qualidade de vida e bem estar para os moradores a longo prazo, em sua maioria pescadores, marisqueiras, lavradores, artesãos e comunidades quilombolas.

O PA Ilha de Maré fica situado na Rua da Caieira, na localidade de Praia Grande, e conta com sete leitos de observação, sendo dois para atendimento adulto, dois para atendimento pediátrico, dois privativos (isolamento) e um leito para atendimento crítico/sala vermelha. O espaço é equipado com sala de sutura, sala de medicação, consultório médico adulto e pediátrico, farmácia satélite e serviços para realização de diagnóstico como raio-x, ultrassonografia e análises clínicas.

Bruno Reis destacou que a abertura do PA era um sonho antigo das ilhas de Salvador. “Não só de Maré e da comunidade de Praia Grande, mas um sonho de todos os moradores das três ilhas. Agora, vocês têm uma unidade de Pronto Atendimento que funciona de domingo a domingo, 24 horas, de porta aberta para atender os casos de emergência e de urgência que vocês precisem”, disse.

“Qual era a realidade de vocês antigamente? Os moradores daqui das ilhas, quando tinham qualquer necessidade de média complexidade, tinham que ir a Madre de Deus ou a São Tomé de Paripe para serem atendidos. Hoje, estamos aqui para garantir a vocês que, a partir de hoje, por toda a vida, ninguém mais vai pegar barco para ir ao continente. Vocês vão resolver a saúde aqui mesmo, onde vocês moram”, completou o prefeito.

O investimento para a implantação do PA Ilha de Maré foi de R$1,6 milhão. Porém, para manter a estrutura, serão investidos R$1,8 milhão por mês. A unidade está articulada junto à Atenção Básica, ao Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), à Atenção Domiciliar e à Atenção Hospitalar, bem como com os serviços de apoio diagnóstico e terapêutico. No local atuarão médicos generalistas, nutricionista, fisioterapeuta e psicólogo.

Requalificação

Já em relação à unidade de Atenção Básica que foi requalificada, o antigo prédio da USF Ilha de Maré sofria com desgaste provocado pelo salitre, além de infiltrações e mofo nas paredes e forro. Foram executadas intervenções que possibilitaram desde melhorias estruturais até questões estéticas, alcançando a fachada principal e os ambientes internos, a exemplo de recepção, consultórios e demais espaços.

Ana Paula Matos destacou que, além da reforma, a Prefeitura investiu no atendimento. “Nós contratamos equipes multiprofissionais, ou seja, fisioterapeutas, psicólogos, profissionais além de médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem que vão atender as pessoas que, na atenção primária, precisam desse serviço multiprofissional. Agora, junto com o PA, vocês terão todos os serviços que precisarem”, afirmou a vice-prefeita.

Plano

Elaborado pela Fundação Mário Leal Ferreira (FMLF), o Plano de Bairro de Ilha de Maré foi elaborado com a participação efetiva das comunidades que integram o território. O instrumento prevê iniciativas para as localidades de Praia Grande, Caquende, Santana, Itamoabo, Neves, Botelho, Bananeiras, Maracanã, Ponta Grossa, Porto dos Cavalos, Martelo e Apicum.

Bruno Reis destacou a importância do documento: “Um plano de desenvolvimento que foi discutido com vocês e vocês democraticamente sugeriram as ações que nós deveríamos realizar nas ilhas. Aí está um plano para o amanhã. Independentemente de quem venha ser o prefeito de Salvador no futuro, esse plano mostra o que é preciso fazer, quais são as necessidades da ilha”, disse.