Data de Hoje
22 April 2021
Foto reprodução

Prepare o bolso: preço da farinha pode chegar a R$ 5

Ingrediente obrigatório na mesa do baiano, a farinha de mandioca já começa a pesar mais no bolso do consumidor esta última semana. Quem faz frequentes visitas as feiras populares de Salvador já pôde perceber que o item fundamental para encorpar o pirão e o feijão escaldado agora já está custando mais, e a previsão é de mais aumento pelas próximas semanas.

 Na Feira das Sete Portas, o popular componente do almoço que vem de Maragogipe, no recôncavo baiano, está sendo ofertado em alguns boxes pelo valor de R$ 4, o quilo. A previsão, no entanto, é que esta suba para R$ 5, a partir desta próxima semana. O mesmo acontecerá com a farinha especial que chega de Santo Antônio de Jesus, cujos R$ 7,50 deverão ser reajustados para R$ 8.

De acordo com o feirante Paulo Ricardo Silva, o aumento do preço das sacas culminou no repasse ao consumidor. Ele conta que, no caso da farinha que chega de Maragogipe, a saca assou de R$ 155 para R$ 190, e, para não ficar no prejuízo, ele precisou fazer o reajuste. Da mesma forma aconteceu com a farinha de Santo Antônio, cujo preço pulou do pacote pulo de R$ 180 para R$ 230.

 ”Nos dizem que estão passando por uma fase de muita seca por lá, e que por isso, tem se produzido pouca mandioca”, relata Paulo Ricardo, que trabalha no espaço há oito anos. O aumento preocupa consumidores, como a dona de casa Vânia Santana, que não esperava precisar gastar mais para ter acesso a um item tão consumido dentro de casa.

 ”É difícil ir até a feira comprar algumas coisas que você precisa em casa e dar de cara com um preço inesperado. Lá em casa todo mundo usa a farinha, acaba num instante. Mas vou me preparar e comprar mais, pois já me disseram que deverá ter outro aumento”, explica ela, receosa.

Inf: N1 Bahia
Facebook Comments