Data de Hoje
7 December 2021

Presidente da CUT diz que atos vão reunir mais de 30 mil trabalhadores na Bahia

Apesar de não contar com tantos manifestantes no ato realizado na manhã desta quinta-feira (20), o ato realizado pela Central Única dos Trabalhadores na Bahia (CUT-BA) foi apenas o início, garante o presidente do grupo, Cedro Silva. Ele havia afirmado que 3 mil pessoas estariam no evento, mas apenas cerca de 150 trabalhadores compareceram. Questionado do porquê de se realizar um ato em uma quinta e não no fim de semana – como as manifestações contra a presidente Dilma Rousseff (PT), neste domingo (16) –, Cedro justificou que “o trabalhador protesta todos os dias”. “Hoje no estado tem mais de 30 mil trabalhadores envolvidos na manifestação”, garantiu. Para ele, o outro ato marcado para as 13h desta quinta – indo do Campo Grande até a Praça da Piedade – deve reunir cerca de 5 mil pessoas. “É um ato pacífico para defender o país, defender a democracia, e quem foi legitimamente eleito para governar o país. Inclusive não há nenhuma prova de corrupção contra Dilma. Infelizmente tem contra o presidente da Câmara, que está sendo acusado em um processo por desvio de dinheiro. Hoje é um ato em defesa da democracia, contra a direita e por mais direitos”, resumiu. Apesar de ter sido concluído sem maiores problemas, o ato teve um momento de confusão após um carro tentar furar o bloqueio. Ao passar pela Avenida Tancredo Neves, o grupo foi vaiado por moradores de um prédio, que também batiam panelas da janela

Facebook Comments