Data de Hoje
19 September 2021

Presidente do DEM, Agripino Maia pediu avião emprestado à OAS, diz jornal

O presidente da empreiteira OAS, Leo Pinheiro, condenado a 16 anos de prisão sob acusação de envolvimento no esquema investigado na Lava Jato, aceitou emprestar um jato particular a pedido do presidente do DEM, senador José Agripino Maia (RN), uma das principais figuras da oposição, de acordo com informações publicadas pela Folha. 
 
Segundo o jornal, o pedido foi feito em janeiro de 2014 por Agripino. Ele solicitou a aeronave não para para uso próprio, mas para seu suplente na época, João Faustino, que precisava ir de Natal para São Paulo. Pinheiro aceitou o pedido e disponibilizou o avião, mas a viagem não aconteceu porque Faustino morreu pouco depois de leucemia.
 
A troca de mensagens com o pedido do senador foi encontrada em celular de Leo Pinheiro apreendido durante a Operação Lava Jato. Elas fazem parte do inquérito no Supremo Tribunal Federal (STF) que investiga Agripino Maia por corrupção passiva e lavagem de dinheiro.
 
O senador Agripino Maia (DEM-RN) confirmou ao jornal que pediu emprestado um jato particular ao então presidente da empreiteira OAS Leo Pinheiro para o uso de João Faustino, seu suplente em 2014.
 
“Faustino estava à beira da morte, foi acometido por uma leucemia muito rápido. Recebi um pedido de familiares dele que precisavam transportá-lo para um hospital em São Paulo”, disse Agripino. Segundo ele, o suplente também era amigo de Pinheiro. “Fiz uma interferência para salvar uma vida”, disse. Agripino nega participação em qualquer irregularidade.
Fonte: Bocão
Facebook Comments